Post EAD Plataforma 17-05-18 o que é EAD

O que é EAD? Tire todas as suas dúvidas sobre essa forma de ensino!

Tenho certeza que você já deve ter visto alguma comunicação de instituições de ensino relacionada a EAD e ficado curioso, estou certo? Apesar de esse nome ter se popularizado, você sabe realmente o que é EAD?

A princípio, já sabemos que esse é um termo ligado à área da educação. Porém, há muito coisa por de trás dele e é sobre isso que vamos falar.

Sendo assim, entenda tudo sobre a origem, história e atual cenário para ter a definição sobre o que é EAD na ponta da língua.

Afinal, o que é EAD?

Bem, de forma objetiva, EAD significa Educação à Distância. Esse modelo de ensino ganhou força nas últimas décadas, principalmente, por sua flexibilidade.

Aliás, há uma definição oficial de Educação a Distância, no Brasil, declarada no Decreto nº 5.622 de 19 de dezembro de 2005 (BRASIL, 2005):

Art. 1º: Para os fins deste Decreto, caracteriza-se a Educação a Distância como modalidade educacional na qual a mediação didático-pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com estudantes e professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos.  

Basicamente, ela funciona quando uma instituição, empresa ou pessoa oferece algum tipo de curso através de uma plataforma de ensino digital.

Desta forma, os alunos podem acessar o curso quando e de onde puderem, facilitando a sua rotina de aprendizado.

Em alguns casos, pode ser que o aluno precise comparecer a um ponto físico da instituição, para a aplicação de provas e testes.

A evolução da tecnologia fez com que o EAD se popularizasse rapidamente. Isso porque ele permite oferecer o mesmo conteúdo que seria apresentado presencialmente, por um custo muito reduzido.

Trazendo a combinação da flexibilidade e preços mais atrativos, o EAD contribuiu para a democratização da educação.

A educação a distância é utilizada em cursos de graduação, pós-graduação, cursos livres, treinamentos corporativos, entre outras inúmeras possibilidades.

Hoje já são mais de 2,9 milhões de alunos matriculados em cursos livres via EAD. Por outro lado, em cursos regulamentados, são mais de 770 mil alunos via EAD.

Esses são os dados oficiais do Censo realizado pela ABED (Associação Brasileira de Ensino à Distância).

Agora já está mais claro para você o que é EAD? Esse modelo de ensino possui muito potencial, para crescer cada vez mais.

Uma breve história sobre EAD?

Naturalmente, como é de se imaginar, EAD nasceu muito antes de todos os recursos tecnológicos que conhecemos hoje.

Portanto, a forma inicial com a qual o EAD se apresentou, foi pelo ensino por correspondência.

O primeiro registro de EAD é de 1728. O Professor, Caleb Philipps, publicou um anúncio na Gazeta de Boston, em que oferecia um material para tutoria por correspondência.

No Brasil, a primeira vez que se ouviu falar em Educação à Distância, foi em 1904, em um anúncio no Jornal do Brasil. Na ocasião, foi veiculado um anúncio de profissionalização por correspondência para datilógrafos.

Antes mesmo de haver uma convenção sobre o que é EAD, esse método de ensino já era bastante popular.

As principais vantagens da EAD

Agora que você já entendeu o que é EAD e também aprendeu mais sobre sua trajetória, é essencial que você conheça as suas vantagens.

A Educação à Distância cresceu 51% nas instituições privadas do Brasil, entre 2011 e 2015. Esse avanço não é à toa.

A EAD conta com inúmeros benefícios. Confira alguns deles:

  • Flexibilidade de horários;
  • Custo-benefício;
  • Acesso ao mesmo conteúdo dos cursos presenciais, por valores reduzidos;
  • Democratização do acesso à educação;
  • Quebra de barreiras, já que o conteúdo está disponível 24h pela internet;
  • Criação de fóruns e comunidades que envolvem os alunos;
  • Diversificação dos métodos e materiais de ensino;
  • Garante mais autonomia e responsabilidade para os alunos;
  • Permite uma relação próxima entre professores e tutores e os seus alunos;
  • Torna o ensino mais prático e menos teórico;
  • Constante evolução de ferramentas e métodos de ensino.