práticas de gestão de conhecimento

Top 6 melhores práticas de gestão do conhecimento

Em um ambiente de desafio constante em que a resiliência e a adaptação configuram palavras de ordem, conhecer práticas de gestão do conhecimento representa uma obrigação para toda organização, uma vez que a sua falta pode acarretar até a sua falência. 

Só para você entender essa proporção, segundo um estudo publicado pela International Data Corporation (IDC), as companhias que não contam com boas práticas de gestão do conhecimento apresentam prejuízos da ordem de mais de US $ 31 bilhões por ano

A boa notícia é que o inverso também é verdadeiro. Foi o que mostrou um levantamento feito pela Tsia, o qual revelou que, para mais de 70% das companhias, uma gestão do conhecimento eficaz aumenta a produtividade da empresa em até 40%. 

Diante desses dados, é possível entender a importância de valorizar essa questão em uma corporação, certo? Para saber em que se baseia este conceito e conhecer as melhoras práticas de gestão do conhecimento, basta seguir lendo. 

O que é gestão do conhecimento?

Gestão do conhecimento nada mais é do que um processo que busca definir, estruturar, reter e compartilhar o conhecimento e a experiência de todos os membros de uma organização.

A meta dessa metodologia é melhorar a eficiência de uma companhia. Nesse contexto, um dos principais pontos é valorizar o capital intelectual dos funcionários.

Ou seja, a empresa que abraça esse tipo de gestão compreende a importância de prestigiar seus colaboradores, uma vez que  a experiência e a informação gerada por cada um deles são fundamentais para que companhia funcione bem e conquiste seus objetivos.

Para tanto, a companhia deve direcionar seus esforços para detectar o conhecimento de seus membros e descobrir como e se ele está sendo usado para fazer a organização funcionar.

O segundo passo é transformar esse conhecimento e deixá-lo viável para todos. Essa etapa é importante porque, além de democratizar o conhecimento, ela também descentraliza o poder das mãos de poucos funcionários. 

Outro fator relevante dentro desse contexto é o de gerir e descobrir se o conhecimento presente na empresa é suficiente. Caso não, a organização deve estimular o desenvolvimento das competências e habilidades de seus colaboradores. 

É aí que a valorização dos funcionários se torna ainda mais importante. Para que esse processo flua bem, é preciso lançar mão de algumas estratégias, como seguir as melhores práticas da gestão do conhecimento. Descubra, a seguir, quais são elas.

Leia também: Ferramentas de gestão do conhecimento: definição, importância e como escolher a ferramenta ideal.

Quais são as melhores práticas de gestão do conhecimento?

Confira, agora, as melhores práticas de gestão do conhecimento a aplicar em sua empresa.

1. Faça um estudo profundo da situação atual da companhia

Para efetuar uma gestão do conhecimento eficiente é preciso, antes de tudo, realizar um diagnóstico completo da empresa, uma vez que ele dará o norte para o planejamento e o plano de ação que virão na consequência. 

Neste quadro, é crucial analisar alguns aspectos, como:

  • a cultura organizacional: neste item, é preciso identificar se ela contribui e valoriza o conhecimento;
  • o capital humano: se os funcionários são motivados, como eles se comunicam e se eles compartilham informações;
  • a inovação: se a companhia conta com uma infraestrutura tecnologia adequada e com sistema que armazene esse conhecimento.

Para ter insights poderosos sobre o tema inovação e sua relação com gestão do conhecimento, sugerimos que assista ao TED a seguir. 

2. Realize um bom planejamento 

Depois de efetuar um diagnóstico completo, é preciso realizar um planejamento das ações que deverão ser adotadas, como definir metas. Para tanto, é importante estabelecer prioridades e elencar os temas mais urgentes que precisam de atenção. 

Nesse sentido, é imprescindível que esse planejamento esteja alinhado com todos os itens diagnosticados e com a identidade da companhia.

3. Incentive seus colaboradores 

Não é segredo para ninguém que funcionários desmotivados não se sentem incitados a compartilhar o que sabem, um processo essencial dentro da gestão do conhecimento. Sendo assim, é vital que sua empresa os estimule. Para tanto:

O vídeo a seguir mostra 5 passos para motivar funcionários. 

4. Abrace a tecnologia

Para saber se o planejamento está sendo executado com sucesso, se os treinamentos e campanhas estão surtindo os resultados esperados e outras demandas, é essencial contar com um sistema que armazene esses dados, de modo formal, e que possa ser acessado, com facilidade, por aqueles que estão autorizados e necessitam dele. 

5. Respeite o seu ritmo

A sua empresa não mudará de uma hora para a outra, nem o seu time absorverá todas essas alterações do dia para a noite. Em outras palavras, é preciso respeitar o ritmo tanto de seus processos como de seus colaboradores. 

Nesse sentido, é claro, cabe ajustar metas, expectativas ou propor novas soluções, caso os resultados esperados levem um tempo para serem conquistados muito superior ao estimado. 

6. Promova a educação corporativa

Para desenvolver habilidades e aprimorar capacidades, promover a educação corporativa dentro de uma organização configura uma ação imprescindível e uma das principais práticas de gestão do conhecimento. Isso porque, por meio dela, é possível construir uma rede de conhecimento parruda e compartilhável, logo, é vital para o desenvolvimento do capital intelectual de uma empresa.

A educação corporativa também contribui para a melhora da produtividade, uma vez que um colaborador consegue efetuar suas tarefas com mais confiança, o que evita o retrabalho. 

Além disso, por estar melhor preparado, ele também consegue questionar métodos ineficazes e propor mudanças, um aspecto que contribui, muito, para o crescimento de uma organização. 

Como viu ao longo desse texto, valorizar algumas práticas, como a educação corporativa, pode fazer toda a diferença para uma empresa que deseja se expandir no mercado e desenvolver o capital intelectual de seus funcionários.

Precisa de ajuda nesse sentido? Então, conte com a EAD Plataforma e ofereça um aprendizado rico para seus colaboradores. Essa ferramenta apresenta recursos didáticos e personalizáveis, e uma interface simples e objetiva!

Duvida? Então, convidamos você a fazer um teste gratuito e sem compromisso por sete dias!

Fabio Godoy