ser produtor ou afiliado

Ser produtor ou afiliado? Saiba qual é a melhor forma de começar um empreendimento digital

A transformação digital mudou a forma do brasileiro empreender e hoje cada vez mais pessoas se interessam pela inovação, flexibilidade e novas formas de como ganhar dinheiro pela internet. Quem decide investir no setor logo se depara com uma dúvida: o que vale mais a pena? Ser produtor ou afiliado?

Apesar de ambos papéis oferecerem possibilidades interessantes para quem se aventura no empreendedorismo digital, cada um deles tem características bem distintas. Saber qual combina mais com você exige uma análise detalhada da sua personalidade e também do seu objetivo final. 

De acordo com a pesquisa Panorama de Negócios Digitais Brasil 2020, mais da metade dos empreendedores digitais do país haviam iniciado seus negócios há menos de um ano na época do estudo. Isso indica que se trata de um setor incipiente e ainda há muito espaço para crescimento.

Para saber exatamente o que é empreendedorismo digital, quais modelos de negócio são englobados pelo termo e quais são suas vantagens, dê uma olhada nesse vídeo do canal Fernando Vitolo:

Se você ainda não sabe como começar no empreendedorismo, o passo decisivo é escolher qual caminho seguir. Descubra a seguir o que compensa mais no seu caso: criar conteúdos próprios ou se filiar aos negócios de terceiros para promovê-los?

Ser produtor ou afiliado? Eis a questão…

A resposta para essa pergunta é estritamente pessoal. No entanto, isso não significa que não podemos te ajudar a alcançá-la com informações detalhadas sobre as habilidades exigidas de cada profissional e as vantagens e desvantagens de ambas opções para quem está começando. 

Mas, antes de mais nada, vamos entender o papel de cada um dentro de um empreendimento digital. 

O que faz o produtor digital?

O produtor digital é responsável por criar um produto voltado para a comercialização na internet. Apesar de abranger vários perfis, o ideal é que seja um especialista em um determinado assunto para produzir conteúdos relevantes em diferentes formatos como:

  • Softwares
  • E-books
  • Cursos online
  • Vídeoaulas
  • Audiobooks e podcasts

É o caso, por exemplo, de Larissa Sihle, uma das clientes da EAD Plataforma que usou seus conhecimentos sobre o mercado financeiro para criar cursos de coaching e mentoria sobre day trade.

ser produtor ou afiliado

Prós e contras de ser um produtor digital

A grande vantagem de optar por ser produtor é ter total controle sobre seu produto para desenvolver uma marca própria. Isso significa que você poderá definir valores, formatos e terá acesso a todas as informações disponíveis para aumentar a geração de leads.

Por outro lado, como aprendemos nos filmes de super-heróis, grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Caberá a você também oferecer o melhor serviço de suporte possível para garantir a satisfação dos seus clientes.

Você não precisa, no entanto, segurar a barra sozinho. Como produtor, é possível não apenas montar uma equipe para dividir responsabilidades como também fechar parcerias com afiliados para aumentar a divulgação e a visibilidade do seu produto nas plataformas online.

O que faz o afiliado?

Os afiliados são responsáveis por divulgar e promover os materiais criados pelo produtor digital. Em suma, esse tipo de profissional atua como uma ponte entre o criador de conteúdo e o consumidor final.

Existem três tipos de afiliados:

  • Autoridade: é o influenciador digital que usa seu conhecimento em determinada área para recomendar produtos ou serviços;
  • Árbitro: é o investidor que não se expõe e realiza o trabalho de promoção por meio da criação de anúncios em diversas plataformas online;
  • Renda Extra: também conhecido como revendedor, é o profissional que pesquisa produtos em plataformas para indicar a pessoas com demandas específicas.

Para entender melhor o que é um afiliado e como ele realiza seu trabalho de venda, confira o vídeo abaixo, do canal Alex Vargas:

Prós e contras de ser um afiliado

A grande vantagem de trabalhar como afiliado é a liberdade de focar em diversos nichos e trabalhar na promoção de vários produtos ao mesmo tempo. Mas é preciso tomar cuidado para não atirar para todos os lados e perder a credibilidade junto a produtores digitais parceiros.

Outro fator a ser considerado é que o afiliado não precisa se preocupar com a logística ou o suporte. Depois que a venda é realizada, tanto a entrega quanto o atendimento ao cliente são de inteira responsabilidade do produtor. 

Por outro lado, isso significa também que os dados do cliente e o relacionamento com ele ficarão com o produtor, e não com você. Além disso, vale lembrar que sua renda pode ser imprevisível e estará diretamente ligada ao seu desempenho, o que pode ser uma vantagem ou desvantagem.

Produtor ou afiliado: as características de cada profissional

Agora que ficou bem claro o que o produtor e afiliado fazem em um empreendimento digital, cabe a você determinar o que combina mais com seu perfil. Para te ajudar, vamos mostrar os principais atributos dos profissionais de sucesso de cada área.

Como deve ser um bom produtor digital

O principal requisito de um bom produtor digital é ser um especialista em seu nicho de atuação e ter total autoridade sobre o produto ou conteúdo que quer vender. Afinal de contas, quanto mais profundo for o seu conhecimento, mais fácil será convencer as pessoas de pagar para adquiri-lo.

Nesse sentido, também ajuda muito que o produtor tenha características semelhantes às de um professor. Quem tem desenvoltura, boas qualidades de comunicação e facilidade para ensinar já começa um passo à frente.

Por fim, também é essencial ter disciplina. Mesmo contando com a ajuda de afiliados, o principal responsável por desenvolver a marca é o produtor, que por isso deve estar em constante atualização e sempre honrar os compromissos que assumir com os clientes.

Como deve ser um bom afiliado?

Já o afiliado precisa, essencialmente, ter as características de um bom vendedor. O primeiro passo, portanto, é ter curiosidade e paciência para aprender absolutamente tudo sobre um produto ou conteúdo antes de divulgá-lo.

Outro requisito importante é o domínio das técnicas de marketing digital. Além das estratégias de vendas online, o bom afiliado deve saber trabalhar com Google Ads, SEO, copywriting e técnicas de persuasão para atrair mais clientes.

Por último, mas não menos importante, o afiliado deve ser responsável e nunca prometer o que não pode cumprir durante o trabalho de divulgação. O ideal é trabalhar apenas com as informações disponibilizadas pelo produtor para não perder vendas.

Ser produtor ou afiliado? A hora da decisão

A resposta agora cabe a você. Nossa recomendação é que você analise bem as responsabilidades de cada profissional, assim como os benefícios. Faça uma lista de prós e contras e confira também qual deles se encaixa melhor com seu perfil profissional.

Para embasar ainda mais sua decisão entre produtor ou afiliado, confira o vídeo do canal Enriquecendo Online:

Independentemente da escolha, esperamos que o futuro do seu negócio online seja brilhante. E lembre-se que pode sempre contar com o apoio especializado da EAD Plataforma para saber como ser um empreendedor digital de sucesso.

Caso você já se sinta preparado para começar como produtor e criar um curso online, faça um teste grátis de 7 dias para conhecer todas as funcionalidades que oferecemos para você customizar e vender seus conteúdos.

Mas, se você prefere começar como afiliado, também pode se tornar um parceiro da EAD Plataforma e indicar nossas soluções para seus clientes. Dessa forma, você garante uma comissão atraente e uma nova fonte de renda.

Seja qual for o caminho que você optar, continue ligado em nosso blog para receber mais dicas de empreendedorismo digital. E boa sorte!

Fabio Godoy