como gerir equipes de alta performance

7 passos para entender como gerir equipes de alta performance

Quer saber como gerir equipes de alta performance? Desde já, é importante entender que todo time pode ter bom desempenho. Mas, para isso, é necessário aliar conhecimento, parceria, inovação e, principalmente, empatia.

Esse cenário fica bem claro em uma pesquisa da Fierce, Inc., que revelou que 86% dos funcionários acham que a falta de colaboração (devido a uma comunicação ineficaz) é a principal responsável pelas falhas no ambiente de trabalho.

Pois bem, aprendizado e crescimento têm tudo a ver com a gestão de equipes de alta performance. Se você tem interesse em saber mais, continue com a gente!

Nesta matéria, mostraremos 7 passos fundamentais para seguir e ter sucesso com seu grupo. Boa leitura!

Afinal, como gerir equipes de alta performance? Passo a passo!

Passo 1: aproxime-se do seu time

Conhecer as pessoas é a base para diversas relações na nossa vida. Isso é sinal de respeito e ajuda a construir uma relação de confiança!

No trabalho, não é diferente. Ao se mostrar realmente interessado em entender as habilidades, as dificuldades, os medos e os anseios de seus colaboradores, você pode conquistá-los (mesmo que aos poucos).

E isso é comprovadamente importante: funcionários que sentem que seus superiores os tratam com respeito são 63% mais satisfeitos no emprego (de acordo com a Harvard Business Review).

Por isso, o primeiro passo para entender como gerir equipes de alta performance é se abrir ao que as pessoas têm a te dizer. Assim você se coloca no mesmo nível dos seus subordinados e torna a união cada vez mais forte.

Passo 2: extraia o melhor de cada um

A mesma pesquisa da Fierce, Inc. aponta que 99,1% dos colaboradores preferem trabalhar em uma empresa onde as pessoas identificam e discutem os problemas de forma verdadeira e efetiva.

Uma vez que você se aproxima da equipe e conhece a fundo cada um, é possível investir naquilo que a pessoa é boa de verdade – e melhorar os pontos que ainda deixam a desejar. 

Dessa forma, o time vai se fortalecendo com especialistas em funções diferentes – que, juntos, fazem uma enorme diferença nos resultados da empresa.

Leia também: O que é Team Building? Dicas para construir uma equipe sólida!

Passo 3: trace objetivos em conjunto

É muito importante fazer a equipe se sentir parte de um objetivo comum – e melhor ainda quando todos colocam a mão na massa e participam com sugestões. Isso porque a fórmula é simples: quanto mais parceria, mais resultados.

Com todos trabalhando em prol do mesmo propósito, o serviço se torna mais colaborativo e contribui para um melhor clima organizacional, onde cada componente do grupo é tão responsável quanto os outros.

Dica: além de definir os objetivos coletivos, reserve um tempo para reuniões individuais de alinhamento com cada colaborador, a fim de entender onde cada um quer chegar. 

Isso pode ajudar a elaborar um plano de carreira!

Passo 4: promova treinamentos

Os treinamentos podem ser determinantes na hora de entender como gerir equipes de alta performance. Afinal, estamos experimentando uma espécie de “renovação” no ambiente corporativo – com a chegada das novas gerações de funcionários.

Hoje, cerca de 35% do mercado de trabalho é composto por millennials – isto é, as pessoas nascidas entre 1983 e 2000 (de acordo com um levantamento da Visix).

E essa pesquisa também aponta que 59% dos millennials dizem que as oportunidades de aprender e crescer são extremamente importantes na hora de eles se candidatarem a um trabalho.

Vamos combinar: nada mais justo! Funcionários bem treinados se sentem mais capacitados para cumprir os desafios diários – e podem até mesmo encontrar novas soluções para os problemas. É a famosa inovação!

Leia também: Por que treinar funcionários? 7 benefícios que você precisa conhecer

Passo 5: saiba delegar e administrar

Ninguém constrói nada sozinho, e essa frase nunca fez tanto sentido quanto no ambiente de equipes de alta performance. 

Como vimos anteriormente, um time forte é composto por várias pessoas distintas, com habilidades e características diferentes – que, em conjunto, resultam em bom desempenho.

E para manter esse processo em ordem, é necessário saber delegar responsabilidades. Em suma, cada pessoa precisa entender a importância de sua função – e por que desempenhá-la corretamente impacta positivamente nos outros setores.

Só que delegar não é “delargar”. É importantíssimo administrar o que foi combinado, pois assim é possível corrigir erros a tempo e mudar as estratégias. 

Ah, e quando falamos nesse assunto, outra palavra é fundamental: reconhecimento. Reconheça sempre as vitórias do seu grupo, porque isso ajuda a elevar a moral das pessoas – e faz com que elas briguem pela empresa (e pelos companheiros) onde quer que estejam.

Passo 6: seja um líder, não um chefe

Liderança nem sempre é um dom que nasce com você – mas dá para adquirir essa habilidade a partir de um trabalho constante. Por isso, procure ler, fazer cursos e aprender com as relações interpessoais no dia a dia.

Mas, acima de tudo, tenha consciência de que errar faz parte da vida de um líder. Afinal, o que o diferencia de um chefe é ter humildade para reconhecer suas fraquezas! 

Quer entender mais sobre liderança? Dê uma olhada neste vídeo:

Passo 7: ajude a criar um senso de pertencimento

O senso de pertencimento é alcançado quando o funcionário considera a empresa não apenas como uma fonte de renda, e sim como uma paixão.

E uma pessoa se apaixona pelo trabalho quando se sente valorizada, ouvida e realmente importante. Os benefícios e o salário contam bastante, claro, mas outras situações também são relevantes, como:

  • a motivação vinda do líder;
  • os programas internos;
  • o bom relacionamento com os colegas;
  • o plano de carreira.

Se você seguir todos os passos anteriores e envolver seu time com bastante energia, fica mais fácil criar o senso de pertencimento.

Isso, consequentemente, ajuda a formar um ambiente mais feliz, mais engajado e mais alinhado com os objetivos organizacionais!

Dica extra de como gerir equipes de alta performance: conte com a tecnologia

Esperamos que, até aqui, esta matéria tenha te ajudado a entender como gerir equipes de alta performance. Quanto mais você mostrar que se importa com seus funcionários, mais crescimento eles terão — e sua empresa também.

Agora, a sua vida pode ficar mais fácil ao contar com tecnologias corporativas, principalmente aquelas que tragam um suporte em reuniões, treinamentos e comunicação.

Com a EAD Plataforma, por exemplo, é possível gravar seus treinamentos em vídeo e disponibilizar online para sua equipe. 

Você também conta com recursos de aulas ao vivo, com chat em tempo real – além de um fórum de comunidade, a fim de gerar discussões e promover ainda mais o conhecimento entre os colaboradores.

E tem muito mais. Faça um teste gratuito e confira de perto!

Fabio Godoy