Post EAD Plataforma 24-05-18 criar cursos online

Criar cursos online para iniciantes: 8 passos para começar o seu!

Você tem talento para ensinar, deseja repassar conteúdo de qualidade para outras pessoas, mas não sabe como criar cursos online. Bem, pelo visto você está precisando de uma ajudinha, certo?

Criar cursos online pode ser uma alternativa para quem deseja ter seu próprio negócio ou até mesmo ter uma segunda profissão. Acredite, existem muitas outras pessoas no mesmo barco que você!

Por que criar cursos online?

O mercado de cursos livres via EAD está cada vez mais aquecido. Somente no Brasil, foram quase 3 milhões de alunos em 2016.

Porém, é necessário ter os pés no chão. Ao criar cursos online, você está montando um negócio. Logo, como em qualquer negócio, é preciso começar com cautela.

Então, para criar cursos online de sucesso, listamos 8 passos que você deve seguir. Preste atenção às dicas desse artigo.

#1 Antes de tudo PLANEJE-SE

Você sabia que 23,4% das empresas abertas em nosso país fecham antes mesmo de completar dois anos?

Foi o que revelou o Relatório de Sobrevivência das Empresas no Brasil, elaborado pelo SEBRAE, em 2016.

Tenho certeza que você não quer que a sua empresa faça parte dessa estatística, certo? Deste modo, para reduzir as chances de isso acontecer, você precisa apenas de uma coisa: Planejamento de negócio.

Antes de abandonar um trabalho estável ou investir o seu tempo livre, para criar cursos online, monte um plano de ação.

Portanto, lembre-se de considerar o mercado, investimentos financeiros, marketing e a captação de novos clientes.

Nesse passo é importante definir quais serão os seus objetivos, metas e como atingi-los.

Basicamente, aqui você decidirá o que precisa fazer para o seu negócio não morrer. Esse é o primeiro passo para criar cursos online de sucesso!

#2 Estude o mercado

Não é possível começar a criar cursos online, sem antes saber qual é o potencial do seu mercado. Afinal, você precisa ter alunos para ensinar.

O seu segundo dever, antes de começar essa empreitada, é conhecer a fundo o público-alvo do seu curso. Algumas simples perguntas podem ajudá-lo a fazer essa definição

  • Quem eles são?
  • Onde eles estão?
  • O que eles precisam?
  • Por que eles precisam?

Buscar por tendências de mercado também ajudará você a entender quais tipos de cursos você pode oferecer e o seu potencial.

Além disso, não tenha medo de procurar potenciais alunos para conversar. Essa é uma excelente forma de conhecer o seu público alvo.

Caso seja viável, faça uma pesquisa entre eles, obtendo dados que possam ser úteis para estruturar o seu conteúdo.

#3 Cuide da área financeira

Ter um negócio próprio é um sonho para milhares de brasileiros. Porém, o seu começo pode ser bem difícil. Você deve estar preparado para isso!

De acordo com a Endeavor, a área financeira é o coração da empresa. Caso ela tenha problemas, o seu negócio pode parar.

Portanto, lembre-se investir dinheiro o suficiente, para que o seu negócio passe pela fase crítica, dos dois primeiros anos.

Contudo, mesmo após a fase da estabilidade, é importante ficar de olho nesse setor. Gaste sempre menos do que se ganha, tenha essa frase em mente.

Outra dica: Jamais misture finanças pessoais com os gastos do seu curso. Mantenha tudo separado, evitando problemas tanto para você, quanto para o seu negócio.

Criar cursos online exigirá o seu empenho. Mas, tenho certeza que valerá a pena.

#4 Estruture o conteúdo

Esse é o passo mais importante para criar cursos online. Estruturar o conteúdo dará uma ideia clara do que você pode oferecer aos seus alunos.

Provavelmente, você deve ter em mente o que deseja oferecer para os alunos.

Afinal, a especialidade em um determinado segmento, somada a capacidade de ensinar, são os fatores que costumam motivar alguém a criar cursos online.

Porém, há muitas coisas envolvidas na hora de estruturar o conteúdo do seu curso.

Você precisa pensar no conteúdo que será disponibilizado para os alunos: Referências, bibliografia, método de ensino, testes, entre outros itens.

Quanto à estruturação do curso, propriamente dita, uma boa ordem a se seguir, simples e objetiva, é a seguinte:

  • Apresentação;
  • Instruções sobre o curso e a ferramenta;
  • Introdução;
  • Módulos do curso organizados por continuidade e/ou dificuldade do tema;
  • Exercícios entre os módulos;
  • Recapitulação;
  • Conclusão;
  • Teste final;
  • Certificação.

#5 Busque uma plataforma de EAD

Após seguir todos esses primeiros passos é a hora de procurar uma plataforma EAD para criar cursos online.

Existem ferramentas prontas que vão lhe ajudar a criar cursos online do jeitinho que você precisa.

O desafio aqui é encontrar uma que disponibilize todos os recursos necessários, para você colocar em prática aquilo que planejou.

Sendo assim, pesquise sobre as principais opções do mercado. Busque por opiniões e depoimentos de clientes, para conhecer mais sobre as ferramentas.

Essa é a hora de você também esclarecer todas as suas dúvidas com a equipe do serviço escolhido.

Uma dica para não errar na escolha: que tal começar com um teste grátis? Confira se a plataforma que você deseja contratar oferece essa vantagem.

Desta forma, você poderá conhecer melhor a ferramenta, garantindo que ela conte com tudo o que você precisa.

#6 Invista em marketing e comunicação

Você também precisa comunicar para o seu público que agora o seu curso online já está disponível, ou seja, é hora de elaborar qual será a sua estratégia de comunicação e marketing.

Na área de comunicação você precisará definir sua identidade visual, a missão da sua marca e qual é a mensagem que você deseja passar para os seus clientes.

Por outro lado, na área de marketing, será onde você pensará, efetivamente, em quais estratégias que usará para atrair potenciais clientes e gerar vendas.

Lembre-se de separar uma verba para essa essas ações no seu planejamento financeiro, essa etapa é realmente muito importante.

Bem, nós sabemos que, para começar a criar cursos online, iniciando o seu novo negócio, você precisará economizar.

Por isso, listamos algumas ações SEM CUSTOS que vão lhe ajudar a divulgar o seu curso de EAD e atrair clientes:

  • Crie páginas nas principais redes sociais para o seu negócio – Facebook, LinkedIn, Instagram e Twitter – e faça postagens regularmente.
  • Disponibilize conteúdo de qualidade para os possíveis clientes através de um blog. Ofereça pequenas amostras do conteúdo do seu curso para instigá-los;
  • Peça um e-mail de cadastro para os visitantes do seu site. Assim, você poderá manter um relacionamento com potenciais alunos;
  • Use o Google Analytics, para conhecer o perfil dos visitantes do seu site e entender melhor quem é o seu público-alvo;
  • O Google Search Console avaliará a qualidade do seu site, além de sugerir alterações, para deixá-lo melhor posicionado;
  • Com o Google Adwords você pode montar anúncios do seu curso, para atrair novos clientes. Apesar de a ferramenta ser gratuita, os anúncios são pagos.

#7 Ouça os seus clientes

Um conselho para criar cursos online de sucesso, que pode parecer redundante, é ouvir os seus clientes o máximo possível. No caso, seus alunos.

Pergunte suas opiniões, peça avaliações do curso e ao final envie uma pesquisa de satisfação para eles.

Desta maneira, os feedbacks de alunos que você conseguir colher contribuirão para enriquecer ainda mais o seu curso.

Use a sua base como o seu principal apoio. Afinal, eles já consumem o seu conteúdo.

Então, por que não perguntar sobre o que mais eles desejam aprender ou o que você pode melhorar no seu curso.

#8 Atualize-se constantemente

Por último, mas não menos importante, certifique-se de manter o seu conteúdo sempre atualizado, assim como você também!

Em um dado momento você pode sentir que já está tudo estabilizado.

Você terá alunos recorrentes, uma rotina de trabalho e dominado uma determinada especialidade. E não há nada de ruim nisso.

Contudo, para continuar sendo relevante, é preciso se manter antenado nas novidades do seu mercado. Caso contrário, você pode acabar ficando para trás.

Por isso, busque sempre por notícias, novas tecnologias, novas ferramentas conheça novos nomes do setor.

Desta maneira, você poderá oferecer um conteúdo constantemente aprimorado, relevante e atualizado para os seus alunos.