marketing digital linkedin

Marketing no LinkedIn: um guia para potencializar o seu perfil na rede

Você já ouviu falar em marketing para o LinkedIn? Certamente, se você possui uma conta na maior rede social profissional do mundo, e se mantém ativo nela, sabe da importância de divulgar o seu trabalho e fazer networking. 

No entanto, mais importante do que marcar presença na rede, é saber como fazer o seu marketing pessoal no LinkedIn para encontrar novas oportunidades de negócio. 

Atualmente, com mais de 770 milhões de usuários ativos e mais de 57 milhões de empresas listadas, segundo dados do próprio LinkedIn, quatro pessoas são contratadas por minuto graças às candidaturas realizadas na rede.

Nesse contexto, podemos entender que aprender a fazer marketing digital no LinkedIn pode trazer muitos ganhos para a vida pessoal e profissional de quem está ativo por lá, sobretudo para os prestadores de serviço ou aqueles que estão em busca de recolocação no mercado.

Por isso, a seguir, você verá algumas estratégias e ações que pode começar a colocar em prática já para fazer o seu nome crescer na rede. Preparado? Vamos lá!

Como fazer marketing no LinkedIn? 4 estratégias eficientes

Confira, agora, algumas ações interessantes para colocar o marketing digital em prática no LinkedIn. 

1. Mantenha o perfil atualizado 

Antes de qualquer estratégia, ação, campanha que você possa ter pensado ao falarmos sobre marketing no LinkedIn, esse é, sem dúvidas, o passo mais importante para garantir bons resultados.

Isso porque, na rede social profissional, o seu perfil funciona como uma espécie de currículo. As pessoas acessam sua página na esperança de encontrar as principais informações sobre sua jornada profissional. 

Por isso, não economize esforços para manter seus dados e informações sempre atualizadas, além de caprichar na sua apresentação.

2. Crie conteúdo que vende

Não, você não entendeu errado. O LinkedIn é uma rede profissional, portanto, não é comum encontrar por lá marcas e empresas anunciando produtos como acontece no Instagram, por exemplo. 

No entanto, isso não significa que você não deva criar conteúdo com foco em vendas. Nesse caso, estamos falando no famoso “vender o seu peixe”: falar sobre você, o que faz, suas habilidades e competências. Compartilhe suas ideias, seus conhecimentos e estabeleça diálogos.

Um ponto que torna o LinkedIn uma ótima ferramenta para divulgar conteúdos interessantes é que, diferentemente do Facebook e afins, a rede profissional não utiliza o mesmo tipo de algoritmo que as outras redes. 

Assim, você não precisa se preocupar em criar a postagem mais “matadora” para prender a atenção de seguidor, nem mesmo ficar de olho na quantidade de curtidas ou compartilhamentos. 

Na verdade, o tempo de vida de uma publicação no LinkedIn é muito maior se comparado, por exemplo, com redes como o Twitter. 

E, em algum momento, sua postagem chegará à aqueles que possuem conexão contigo, ou até mesmo outras pessoas que você sequer conhece, mas possui algum amigo em comum. 

É nessa hora que a oportunidade da sua vida pode acabar aparecendo. Já pensou se, por uma publicação estratégica feita em seu perfil, você receber um convite especial? 

O marketing no LinkedIn, se bem feito, pode ser um divisor de águas na sua vida profissional

3. Estabeleça diálogos

Entre as milhões de empresas ativas na rede, o LinkedIn também é lugar de  desenvolvimento e aprimoramento de marcas pessoais. 

Ali, em meio a chuva de oportunidades, todo usuário é a sua própria marca, e precisa fazer com que ela seja vista, reconhecida e, acima de tudo, desejada.

Para que isso seja uma realidade, porém, é indispensável que você foque em se conectar com as pessoas para além do convite para ser amigo. 

É preciso estabelecer diálogos, compartilhar informações, trocar conhecimento… Afinal, de nada adianta criar uma conta e acessar a rede todos os dias, se você nunca aparecer no feed de ninguém. 

Desse modo, não tenha medo de participar: viu um conteúdo interessante? Mostre uma reação. 

Encontrou uma publicação sobre sua área de atuação? Contribua com experiência pessoal. Aprendeu algo novo? Compartilhe com a sua rede. 

Assim, as pessoas começarão a lembrar de você sempre que um determinado assunto surgir, seja dentro ou fora das telas. 

4. Participe de grupos 

Para os mais antigos, as comunidades do Orkut, por exemplo, são lembranças vívidas e muito nostálgicas. 

Depois do fim da rede, vimos a ideia de grupo surgir com o Facebook, e migrar para as mais diversas redes sociais, incluindo o LinkedIn. 

Se sua ideia em trabalhar o marketing digital no LinkedIn é conseguir crescer o seu nome, uma boa estratégia para isso é se conectar com pessoas e fazer muito networking.

Para isso, os grupos são excelentes ferramentas. Lá, você pode encontrar outros profissionais que atuam na mesma área e empresas para fazer parcerias. Além, claro, de ter a oportunidade de estabelecer discussões agregadoras e profissionais.

Veja outras dicas (e alguns truques) de como potencializar o seu marketing no LinkedIn no vídeo abaixo, direto do canal de Youtube da Rock Content: 

Trabalhe seu marketing no LinkedIn e encontre oportunidades!

Que o mundo digital está cheio de oportunidades não é segredo para ninguém. Quando falamos em oportunidades profissionais, então, sabendo usar, as redes sociais podem ser verdadeiros aliados na conquista de objetivos. 

Seja você um prestador de serviço, um profissional autônomo ou mesmo um trabalhador tradicional, as redes como o LinkedIn podem ser uma verdadeira mina de ouro. 

Por isso, depois de aprender a fazer marketing no LinkedIn, chegou a hora de descobrir como aproveitar a Internet e as redes para levantar recursos, conquistar uma maior qualidade de vida e conseguir o tão sonhado alcance para seu lado profissional.

Assim, se você deseja se aprofundar nesse assunto, aproveite o nosso conteúdo sobre como ganhar dinheiro com conteúdo digital e veja como as redes podem ser um dos canais mais poderosos para se tornar autoridade em um assunto, exercer sua profissão, e ainda receber por isso. 

Fabio Godoy