como criar um curso interativo

Como criar um curso interativo do zero? Passo a passo completo

Saber como criar um curso interativo configura uma estratégia inteligente para quem ama ensinar e quer empreender digitalmente. Afinal, as razões para investir nesse aprendizado não são poucas. Isso porque além dessa metodologia só ter registrado crescimento, ela vem despontando não só como uma alternativa, mas como uma necessidade.  

Basta considerarmos o contexto da pandemia, que fez com que o MEC aprovasse a continuidade das aulas não presenciais até dezembro de 2021

Nesse sentido, ela pode ser a solução tanto para estudantes do ensino fundamental, como do médio e do superior, assim como pode representar a melhor opção para quem quer se atualizar no mercado ou aprender algo totalmente novo e não quer sair de casa. 

Para quem quer lecionar, esse método também conta com vantagens importantes, uma delas é a facilidade de compartilhar conhecimento e transmiti-lo por meio de um notebook ou qualquer dispositivo que tenha acesso à Internet. 

Porém, apesar dessa simplicidade, além de boa vontade, é preciso seguir algumas premissas. Para conhecê-las e saber como criar um curso interativo que faça sucesso, basta seguir com sua leitura!

Como criar um curso interativo em 8 passos? 

Confira, agora, o passo a passo e descubra como criar um curso interativo que encante seus alunos. 

Ensine o que você domina 

Coloque no papel toda a estrutura de seu projeto. Antes de mais nada, é preciso definir o tema de seu curso. Não basta só gostar de um determinado assunto, isso é importante, é claro, mas você precisa dominar o tema. 

Exagero? Com certeza, não! Afinal, seus alunos farão perguntas que exigirão de você um conhecimento abrangente e profundo. 

Defina sua linguagem e modo de ensino 

A linguagem dependerá do seu público-alvo. Isso porque uma aula de design que apresente seus elementos para uma criança será muito diferente do que uma que explore conceitos mais técnicos e complexos, como aquela que explica como usar a proporção áurea. 

Sendo assim, é essencial determinar como você se comunicará com sua audiência e quais recursos pedagógicos utilizará caso seus alunos não estejam interagindo.

Tenha um diferencial 

Esse passo é crucial para quem quer saber como criar um curso interativo que realmente venda. De forma simples, ter um diferencial significa: o que você apresentará a mais e de diferente em seu curso?

Para isso, é imprescindível estudar a concorrência, conversar com profissionais do segmento e também enviar pesquisas para pessoas interessadas e descobrir quais são suas necessidades e sonhos. 

Descreva o seu curso em detalhes

Descreva todas as características de seu curso. Lembre-se de que você quer promover um curso interativo, certo? Logo, o mais recomendável para quem está começando é estabelecer um limite de alunos para conseguir dar conta. 

Outros detalhes também incluem:

  • a duração de cada aula;
  • se  emitirá certificado;
  • se aplicará provas;
  • qual o prazo para término do curso.

Estabeleça toda a estrutura necessária 

A estrutura engloba diversos cenários e fatores, como, por exemplo, o seu conteúdo. Que material você precisará para elaborá-lo? E equipamentos? Você disponibilizará materiais de apoio para seus alunos? Quais tipos?  Acha que deve adotar recursos como chats e fóruns de discussão? De que maneira irá implementá-los? Como irá promover e divulgar seu curso? 

Não improvise 

Depois de ter estabelecido o conteúdo, o número de alunos, os recursos e equipamentos, é vital que tenha uma ampla visão de seu curso. 

Pense em tudo o que pode dar errado durante sua aula. Veja bem, não queremos desanimá-lo e que pense de forma negativa, queremos que se prepare para imprevistos. 

Ou seja, certifique-se de que suas câmeras e microfones estão funcionando corretamente. Aproveite para comprar um equipamento extra caso possa. Imagine uma pergunta mais difícil por parte de um aluno, como você o responderá sem parecer despreparado? 

É claro que muito desse conhecimento você conquistará com a experiência. Porém, é importante analisar, sem se desesperar, alguns cenários. Faz sentido, certo?

Estimule seus alunos 

Outro passo essencial para quem deseja saber como criar um curso interativo é promover a participação. Não basta ter só um bom método e conteúdo interessante se seus alunos não participarem, não é mesmo?

Para incentivá-los, a empatia é a palavra de ordem. Jamais constranja alguém com uma pergunta muito complexa, nem desencoraje um aluno que respondeu de forma incorreta. Tente soltar a imaginação e a criatividade, e explicar questões com exemplos de filmes e do cotidiano. 

Por exemplo, seu curso é sobre moda? Então, pergunte a seus alunos qual o melhor filme que fala sobre o assunto, peça para eles dizerem os motivos e, aproveite o gancho para falar sobre uma determinada tendência/estilo ou época. 

Abrace uma boa plataforma

O conhecimento, o método de ensino e o material ficam por sua conta, mas para garantir o bom funcionamento de seu curso, adotar uma plataforma que permita que você gerencie seus alunos com simplicidade, que aplique provas, emita certificados e que ofereça a você várias recursos, como fóruns e bibliotecas de conteúdo, pode configurar um grande diferencial. 

Esse é o caso da EAD Plataforma, que possibilita que você compartilhe seu aprendizado por meio de qualquer dispositivo. 

Apresentando um layout responsivo, essa ferramenta é robusta e eficiente o suficiente para que você ofereça uma experiência de ensino completa para seus alunos, onde quer que eles estejam, seja por notebook, celular ou tablet!

Ficou interessado em saber como a EAD Plataforma funciona e não quer pagar nada por isso? Então, faça um teste gratuito por sete dias!

Fabio Godoy