Blog EAD Plataforma 28-12-18 e-learning

O que é e-learning? Conheça tudo sobre esse método de ensino!

É impossível falar sobre educação a distância sem também falar sobre e-learning. Afinal, esse é o modelo de ensino foi responsável por transformar a EAD.

Aliás, você pode até mesmo achar que educação a distância e e-learning são a mesma coisa. Mas, não é bem assim não.

Como produtor de conteúdo, é importante que você tenha esses dois termos bem definidos. E é justamente nisso que vamos ajudá-lo hoje! Preparado? Então, aproveite essa leitura.

Mas então, o que é e-learning?

Somente de ler esse termo já dá para ter uma ideia do que ele significa, não é mesmo?

Afinal, quando vemos o prefixo “e” acompanhando alguma palavra já sabemos, logo de cara, que é um termo que se refere a algo eletrônico.

Diversas palavras desse tipo fazem parte do seu dia a dia, como por exemplo: e-mail (correio eletrônico), e-book (livro digital) ou e-commerce (loja virtual).

Como nos exemplos acima, e-learning significa eletronic learning, ou seja, algo como aprendizado eletrônico.

Podemos resumir o e-learning como um método de educação a distância que se desenvolve através de um ambiente digital.

Esse sistema didático foca na auto-aprendizagem, disponibilizando todos os recursos necessários para que o aluno estude por conta própria.

Videoaulas, apresentações, fóruns de discussão e avaliações online, são algumas das ferramentas utilizadas no processo de ensino do e-learning.

Seu grande diferencial está na flexibilidade que ele costuma oferecer aos alunos. Isso porque é possível acessar o conteúdo a qualquer hora e lugar através da internet.

Portanto, se você é um aluno de EAD ou possui um negócio EAD, já pode adicionar e-learning ao seu vocabulário de “e-termos”.

E qual é a diferença entre o e-learning e a educação a distância?

E-learning e educação a distância (ou, ainda, ensino a distância) são termos que costumam ser utilizados como sinônimos. Porém, há uma sútil diferença entre eles.

O que acontece é que a educação a distância não depende, necessariamente, do ambiente digital para acontecer.

Afinal, a EAD  é um método que existe há mais tempo do que parece. Antigamente, ele  acontecia por correspondência, veja só.

Entretanto, como hoje é impossível que alguém faça um curso por correspondência, e tudo acontece online, esses dois termos acabam se confundindo.

Sendo assim, acreditamos que, atualmente, a educação a distância acontece através do e-learning. O que não quer dizer que eles sejam sinônimos.

Em suma, podemos afirmar que o e-learning é um dos diferentes formatos da EAD.

E como funciona o e-learning?

A estrutura de um e-learning funciona através de uma plataforma LMS, que é a sigla para Learning Management System.

A tradução desse termo para o português seria algo como Sistema de Gestão do Aprendizado.

Esses programas possuem todas as ferramentas necessárias para simular uma sala de aula e tornar a educação a distância o mais natural possível.

Basicamente, é através dela que se desenvolve a interação entre tutores e alunos, bem como a disponibilização dos materiais de estudo.

Mas, para quem possui uma empresa de EAD, a plataforma LMS é algo indispensável também por outras razões.

Afinal, ela também conta com funções administrativas, que auxiliam no gerenciamento do negócio. Ou seja, é um ótimo combinado ter tudo em uma única ferramenta.

Em suma, a operação inteira de um e-learning acontece através da plataforma LMS. Então, você não poderá fugir da necessidade de contratá-la.

Quais são as possibilidades de trabalhar e-learning?

O e-learning é um formato muito versátil, flexível e econômico. Não é a toa que o número de cursos de EAD digitais cresce cada dia mais.

De fato, a grande maioria dos cursos que utilizam-o acontecem única e exclusivamente através do ambiente digital.

Os cursos livres online, por exemplo, se popularizaram muito nos últimos anos. De 2016 para 2017 o seu número praticamente duplicou no Brasil.

Mas ele também pode funcionar para o ensino semipresencial, que utiliza a estratégia de blended learning, combinando tanto a educação presencial, quanto a EAD.

Até mesmo instituições que oferecem cursos presenciais podem acabar utilizando o e-learning na sala de aula, como uma solução inovadora.

Mas não são só os cursos educacionais que podem usufruir do e-learning.

Saiba que existem diversas empresas, que oferecem cursos corporativos e treinamentos para seus colaboradores, que encontraram neste formato a solução perfeita para preparar suas equipes.

Há um mar de possibilidades para se explorar, se você deseja ter um negócio utilizando o e-learning. Aliás, a educação a distância está em plena expansão.

Se você está com essa ideia em mente, esse é o momento ideal!

As vantagens do e-learning

Como você pôde observar, o e-learning mudou definitivamente a educação e é a grande promessa para o futuro do ensino.

Os benefícios desse novo método educacional conquistam cada vez mais adeptos, que estão trocando os modelos tradicionais de estudo por cursos online.

Entenda o porquê lendo essa lista de vantagens do e-learning:  

  • Garante maior flexibilidade para os alunos;
  • É um modelo mais econômico em relação a educação presencial;
  • Contribui para a democratização da educação;
  • Possibilita a conexão entre instituições e estudantes em diferentes localidades;
  • O aluno pode definir o seu ritmo de aprendizado;
  • O conteúdo pode ser facilmente atualizado;
  • Torna o processo de ensino mais colaborativo;
  • Cada aluno estuda nos dias e horários de sua preferência;
  • Conteúdo pode ser personalizado, de acordo com o público;
  • O rendimento do aluno é avaliado individualmente;
  • Desenvolvimento do auto-aprendizado, o que torna os alunos mais independentes.

Além disso, como negócio, o e-learning é altamente escalável. Isso porque, com um único curso bem estruturado, é possível conquistar milhares de alunos.

Como sua gestão também é feita através da plataforma LMS, a execução das suas tarefas se torna muito mais simples. Portanto, essa é uma boa opção para quem pretende deseja se tornar um empreendedor e ter o seu próprio negócio.