o que é webinar

O que é webinar e como ele pode ajudar a EAD?

Quem trabalha com produção de conteúdo EAD já deve ter notado que a tendência ao consumo de materiais em vídeo cresce continuamente. Por isso, é fundamental saber o que é webinar e como ele pode auxiliar na educação a distância. 

A pesquisa VideoViewers, do Thinkwithgoogle, mostrou que, em 4 anos, o consumo de conteúdo em vídeo cresceu 135%. Além disso, 75% dos usuários afirma que sua plataforma favorita para consumir informação em vídeo é o smartphone, e o canal, o YouTube (com a preferência de 44% dos respondentes). 

Diante de informações tão contundentes, a pergunta que fica é: como o Ensino a Distância pode usar as ferramentas de vídeo para produzir conteúdos mais adaptados às preferências dos alunos? 

Acompanhe este artigo e descubra! 

O que é webinar? 

Antes de qualquer coisa, vamos conceituar! Webinar, ao pé da letra, significa “web-based-seminar”, ou “seminário na web”. Ainda é um formato de conteúdo recente, e, portanto, não faz parte da vida de todos os empreendedores e educadores. 

Entretanto, o marketing digital já enxergou o potencial de engajamento e conversão do webinar há algum tempo, e, por isso, o formato vem sendo utilizado como parte da estratégia de inbound marketing e marketing de conteúdo de uma série de empresas. 

Mais à frente falaremos sobre o por quê. 

Voltando ao conceito…

Na prática, um webinar funciona assim: figuras de autoridade em um determinado assunto realizam palestras ou apresentações em formato de vídeo para um determinado público. Um webinar pode ser feito em formato de transmissão ao vivo ou como uma gravação, se assemelhando mais às videoaulas

Certo, mas qual a diferença entre um webinar e uma vídeoaula? 

A principal diferença entre um webinar e uma videoaula diz respeito à forma como o conteúdo é apresentado. Enquanto a vídeoaula busca simular o ambiente da sala de aula, o webinar tem, como objetivo, apresentar o conteúdo em formato expositivo, ou como um seminário. 

Por que o webinar é uma boa solução para a EAD?

Agora que já sabemos o que é webinar, é importante que comecemos a enxergá-lo como uma opção interessante para a EAD. De acordo com a pesquisa The big book of webinar stats 2019, 46% dos respondentes utilizam o formato para fins de “treinamento/educação”. 

Isso acontece porque ele reúne uma série de benefícios que podem agregar muito à implantação de um curso a distância. Veja a seguir quais são eles. 

1. Baixo custo

O primeiro benefício de incluir o webinar entre os formatos de conteúdo EAD oferecidos é o baixo custo. Afinal, em linhas gerais, para produzir um webinar de qualidade, o elemento mais importante é o conhecimento de causa do palestrante. 

Aliado a isso, equipamentos simples para gravação e edição já dão conta do recado e ajudam a finalizar o material com qualidade. 

2. Retorno rápido

Além de ser uma excelente forma de divulgar conteúdo, o webinar pode ser um argumento de venda imbatível, trazendo retorno rápido. 

Pense, por exemplo, em divulgar um trechinho do conteúdo abordado no curso em forma de webinar. Certamente, a adesão de alunos interessados será maior, já que terão a oportunidade de vivenciar a essência do que será apresentado. 

3. Conteúdo dinâmico

Outro ponto positivo sobre o uso de webinars no ensino a distância é a possibilidade de dinamizar o conteúdo. Sempre falamos, em nossos artigos, sobre a importância de sair da caixa para motivar alunos EAD

Uma das formas de fazer isso, certamente, é oferecendo materiais de estudo diferentes. 

Além de representar, por si só, uma nova forma de ensinar, o webinar também pode ser conjugado com outros materiais (como e-books, videoaulas e um fórum de discussão), o que enriquece o aprendizado. 

4. Criação de autoridade

Lembra que falamos, no início do artigo, sobre o que é webinar no contexto do marketing digital? 

Uma das razões para o uso da ferramenta é a possibilidade de utilizá-la para apoiar a construção de autoridade, uma das bases fortes do inbound marketing. Além disso, ela  também pode te ajudar a descobrir como captar alunos EAD e vender mais. 

Suponhamos que você tenha um potencial cliente interessado em fazer um curso sobre bordado em ponto-cruz. Além da sua empresa, o aluno também pesquisa outras opções, compara preços e busca informações sobre o tutor EAD responsável pelo conteúdo. 

Se o webinar já fizer parte da sua estratégia de marketing, ele certamente contará pontos a favor do profissional que ensinará sobre o tema. Isso porque o formato do webinar em si (seminário expositivo) já estimula a sensação de credibilidade, pois posiciona o profissional como uma autoridade no assunto mostrado. 

A pesquisa The Big Book of Webinar stats, citada anteriormente, também recomenda o uso de canais complementares para potencializar a divulgação do material, como e-mail (utilizado por 57% dos respondentes) e redes sociais (usado por 15%).

Como gravar um webinar?

Quando você descobre o que é webinar e o quão simples pode ser sua produção, fica mais fácil dar o primeiro passo e começar a produzir conteúdo EAD nesse formato. Quer ver só? 

Material necessário

Para criar um bom webinar, é necessário ter à disposição: 

  1. plataforma de transmissão (pode ser sua plataforma EAD ou até mesmo uma rede social, como o Facebook ou o YouTube);
  2. profissional especializado no assunto; 
  3. câmera; 
  4. cenário.

Caso o conteúdo seja divulgado como parte da estratégia de marketing, também é importante acrescentar à lista os esforços para promover a apresentação do webinar, que podem ser um envio automatizado de e-mail marketing, a promoção do conteúdo em redes sociais etc. 

Abordagens possíveis

Existem duas formas de promover conteúdo em forma de webinar. A primeira delas é realizando a transmissão ao vivo. Essa é a alternativa mais popular, e também a mais utilizada como parte de uma estratégia de marketing. Quer saber o por quê? 

Porque permite interações em tempo real, o envio de perguntas e questionamentos por parte dos espectadores e a criação de calls to action pelo tutor (como, por exemplo, se inscrever em uma newsletter ou fazer a matrícula em um novo curso) em tempo real. 

A segunda abordagem permite que o conteúdo seja gravado e disponibilizado posteriormente, como introdução a um tema ou complemento a uma videoaula

Como motivar alunos usando webinars? 

Qualquer tipo de conteúdo que estimule a criação da sensação de proximidade tende a gerar, como efeito, maior engajamento e motivação dos alunos. Entretanto, há, ainda, algumas atitudes que podem potencializar esse resultado, como: 

  • contar com o apoio de um “assistente” para receber as solicitações dos alunos e organizá-las, garantindo que todas as dúvidas sejam ouvidas; 
  • incluir pesquisas e enquetes durante a explanação; 
  • se divertir com a audiência (claro, respeitando a temática tratada);
  • misturar recursos, como textos de apoio e vídeos complementares.

Entendendo o que é webinar e como seu potencial informativo e de venda pode ser utilizado na EAD, é possível transformar a forma como os alunos recebem conteúdo. Para se manter atualizado sobre diferentes formas de ensinar a distância, sugerimos a leitura do nosso artigo sobre tendências do setor para 2020.

Fabio Godoy