Dinâmica de grupo para empresas

Presencial e online: dinâmica de grupo para empresas! 3 dicas!

O capital humano é o principal ativo das organizações bem-sucedidas. Pensando nisso, selecionamos 3 dicas de dinâmica de grupo para empresas, que servem para encontros presenciais e online

Afinal, a crise do coronavírus tem trazido inúmeros impactos sociais e econômicos, inclusive no ambiente de trabalho. Por isso, é fundamental motivar a equipe, o que contribui para a melhoria do clima organizacional.

Nesse sentido, a dinâmica de grupo para empresas é uma estratégia interessante para promover o engajamento! Quer descobrir como? Continue conosco!

Por que fazer uma dinâmica de grupo para empresas?

Uma dinâmica de grupo para empresas serve tanto para o processo seletivo quanto para treinar e motivar colaboradores do quadro funcional. Em geral, o objetivo é extrair informações ou transmitir conhecimentos. Tudo de acordo com o planejamento estratégico, as metas e os perfis dos participantes. 

Quais são as vantagens da dinâmica de grupo para empresas?

  • Agilizar o processo de recrutamento e seleção, analisando as competências dos futuros colaboradores;
  • Enriquecer os treinamentos e-learning ou presenciais, para acompanhar os indicadores de T&D;
  • Engajar e motivar os colaboradores. Isso contribui para aumentar a satisfação e a produtividade, além de reter talentos;  
  • Identificar e, também, desenvolver as novas lideranças, com base nos perfis comportamentais;
  • Estimular as soft skills, que são habilidades interpessoais. Algumas delas são: comunicação assertiva, inteligência emocional, trabalho em equipe etc.

3 exemplos de dinâmica de grupo para empresas

A seguir, listamos 3 dicas de dinâmica de grupo para empresas, que podem ser conduzidas em formato presencial e online. Vale lembrar que essas atividades devem estar alinhadas com os objetivos de cada companhia, ok?

1. Amnésia: quem sou eu?

A finalidade dessa dinâmica é refletir sobre a comunicação e, com isso, aprimorar os relacionamentos. 

Passo a passo:

  • Em papéis pequenos, escreva nomes de personalidades famosas;
  • Cole um papel nas costas de cada participante, sem que a própria pessoa leia o que está escrito;
  • Cada um deve ir ao centro (ou se pronunciar na sala virtual) para tentar adivinhar “quem sou eu?”. Basta fazer perguntas para os demais. Como exemplos: Sou mulher ou homem? Jogo futebol? Já ganhei um Oscar? E assim por diante;
  • No caso, o grupo pode responder apenas “sim” ou “não” e, se for preciso, dar 3 dicas no final;
  • A ideia aqui é analisar se o participante foi criativo, atento às dicas e persistente;
  • Para finalizar, fale sobre a importância de se comunicar de maneira assertiva, o que inclui observar os outros pontos de vista.

2. Caixa do desafio

Essa é uma dinâmica focada na tomada de decisão e na autoconfiança da equipe. 

Passo a passo:

  • Mostre para a turma uma caixa escura, dizendo que colocou envelopes com desafios. Uns são chatos, outros para “pagar mico” e, ainda, há os secretos;
  • Divida os participantes em 2 grupos e forme um círculo, alternando os membros de cada time;
  • Entregue a caixa para um dos participantes, de modo que vá passando para os outros, enquanto estiver tocando uma música;
  • Quando acabar o som, quem estiver com a caixa na mão deve escolher entre 3 opções:
  1. Pegar um envelope e executar o desafio com êxito, para ganhar 1 ponto. Ou, se não conseguir, perder 3 pontos e deve retirar outro envelope;
  2. Passar a caixa para a próxima pessoa do seu time, sem ganhar ou perder pontos;
  3. Ou passar a caixa para um integrante do outro time e, assim, perder 1 ponto;
  • Vale lembrar que a caixa só pode ser passada por 4 vezes. Então, a quarta pessoa é obrigada a tentar cumprir o desafio do envelope que pegar;
  • Nesse caso, ganha o primeiro grupo que somar 3 pontos, depois das tentativas de passar o “abacaxi” adiante;
  • Porém, quem tiver a iniciativa de abrir a caixa e tentar a sorte, terá uma surpresa agradável. Isto é, não há envelopes com desafios, mas sim chocolates dentro da caixa;
  • Então, para encerrar a dinâmica, converse sobre a relevância de ser autoconfiante e aceitar suas responsabilidades. E, claro, sem tentar transferi-las para terceiros. 

3. Diferenças

Chegamos ao final da nossa lista com dicas de dinâmica de grupo para empresas. Logo, não poderíamos deixar de citar o papel social e o impacto das nossas ações na vida de outras pessoas. Isso porque as organizações estão cada vez mais engajadas com princípios éticos, inclusão, equidade e diversidade.

Passo a passo:

  • Prepare uma série de 20 questões fechadas, cujas respostas são apenas “sim” ou “não”;
  • Forme um círculo e entregue 3 bombons para cada participante;
  • Comece a fazer as primeiras 10 perguntas, por exemplo: “pretende fazer uma especialização profissional?”;
  • Quando a resposta for “sim”, a pessoa deve passar o chocolate para quem está do lado direito;
  • Após as 10 perguntas, faça o inverso. Se a resposta for “sim”, o bombom será passado para o lado esquerdo;
  • Ao final, faça uma reflexão com o grupo. Embora as perguntas sejam as mesmas, as opiniões diferem. E, em certos momentos, você quer responder “sim”, mas não tem a oportunidade de fazer isso. Afinal, já que acabaram seus bombons; 
  • Sendo assim, vale dialogar sobre como a atitude de um impacta na vida do outro.   

Agora que você já conhece 3 opções de dinâmica de grupo para empresas, que tal conhecer o treinamento EAD? Mesmo que você ainda não tenha uma universidade corporativa, a educação a distância pode reduzir custos e otimizar as ações formativas 

Não perca mais tempo: fale conosco para conhecer os recursos da EAD Plataforma e testar grátis por 7 dias! E não se esqueça de conferir mais posts do Blog, que ajudam a aprimorar o treinamento empresarial:

Fabio Godoy