como dar curso de automaquiagem online

Aprenda como dar curso de automaquiagem online em 7 etapas!

Sempre quis saber como dar curso de automaquiagem online? Se você deseja transformar sua paixão por maquiagem em um negócio, saiba que este é o momento certo! 

Afinal, o ensino pela internet saltou 378,9% entre 2009 e 2019 – e os alunos cada vez mais estão procurando aprender online. É o que mostra um estudo do INEP, divulgado no ano passado.

Apesar do cenário positivo e de ensinar o que você ama, é importante entender que nem tudo são flores. Como todo negócio, o curso digital precisa de diversas etapas de planejamento e execução.

Quer saber mais sobre esses assuntos? Continue com a gente, porque hoje falaremos sobre as 7 etapas de como montar um curso de automaquiagem online, com dicas de ferramentas tecnológicas que podem ajudar no processo.

Boa leitura!

7 etapas de como dar curso de automaquiagem online

1. Conheça tudo sobre o seu negócio

Bom, não dá para investir tempo e dinheiro em um negócio sem conhecê-lo bem. Por isso, é essencial fazer uma análise dos seus concorrentes, para ver como eles gerenciam os cursos de automaquiagem.

Você pode anotar quanto tempo leva cada vídeo, sobre quais assuntos eles falam, quais produtos e marcas usam e de que forma eles interagem com o público.

Ah, é legal absorver o que os concorrentes têm de bom, mas também identificar carências. Se você conseguir supri-las, isso pode se tornar o seu diferencial!

Quer ver algumas ideias de como sua aula pode ser? Confira neste vídeo:

2. Crie um roteiro detalhado

Certo, a próxima etapa de como dar curso de automaquiagem online é elaborar um roteirinho, que aborde tanto a parte financeira como a produção das aulas em si.

Em relação às finanças, procure estruturar estes pontos:

  • Haverá quantos módulos? E qual será o valor de cada um deles?
  • Como será o pagamento por parte dos alunos?
  • Você oferecerá parcelamento? E boletos bancários?
  • Sobrará verba para anúncios? Se sim, quanto?

Agora, sobre o conteúdo do curso, vale a pena pensar nos seguintes tópicos.

Quais serão os temas de cada aula? 

Elas serão complementares? Uma ideia é dividi-las de acordo com a parte do rosto: olhos, nariz, boca, bochechas, entre outras.

Qual é a “dor” do seu público? O que eles estão buscando?

Para isso, você pode criar uma série no estilo tutorial: como evitar pele craquelada? Como preencher a sobrancelha de forma simples e rápida? Como disfarçar olheiras? Como esconder marcas de acne?

Ufa! Depois de preparar um bom roteiro, com tudo planejadinho, é hora da etapa 3.

3. Cuide dos equipamentos e do cenário

O backstage do seu curso de automaquiagem também é parte fundamental, pois servirá de base para gravar ou transmitir as aulas – e será a “cara” do seu negócio.

Por isso, além dos materiais específicos para a maquiagem (pincéis, bases, corretivos, blush, batons, lápis etc.), é bom adquirir equipamentos para sua produção:

  • um computador com boa memória, que não trave em condições mais exigentes, junto de uma conexão de internet estável;
  • uma câmera ou uma webcam de boa qualidade – melhor ainda se filmar HD;
  • um tripé de filmagem, que serve para posicionar a câmera e estabilizar a gravação;
  • acessórios de iluminação, que deem bom destaque ao seu rosto. Os ring lights costumam ser muito usados em vídeos de maquiagem;
  • um microfone – que pode ser o de lapela (aquele que vai preso na sua roupa, bem perto da boca/voz) ou um do tipo direcional (que dispensa a necessidade de estar próximo do seu rosto).

Ok, com tudo isso pronto, é preciso investir no cenário. Tudo bem que seja o seu quarto, mas é importante que ele tenha boa acústica, sem ecos. E como o foco do vídeo precisa estar na sua maquiagem, não esqueça de deixar o ambiente arrumado e clean!

Dica: é possível minimizar os ruídos ao preencher o local com tecidos (cortinas e tapetes, por exemplo). 

4. Contrate sua plataforma EAD

Beleza, se a parte estrutural do seu curso de automaquiagem já está pronta, só falta um detalhe para fazer todo o negócio girar: a plataforma EAD.

É nela que você fará toda a gestão das aulas e provas, mas também coordenará as vendas dos cursos, as matrículas, os pagamentos e muito mais.

O legal é que, além de ter um espaço para hospedagem e transmissão de vídeos em tempo real, a estrutura suporta outros formatos de conteúdo. 

Então, se quiser elaborar uma apostila ou um ebook para ajudar na condução das aulas, você pode incluir o material no mesmo sistema.

5. Grave as aulas…

É hora de pôr a mão na massa (ou na maquiagem)! Mas fica tranquilo, porque, a partir daqui, a plataforma EAD te acompanhará em tudo. 

Se você tiver definido que o formato do curso será em aulas gravadas, é possível filmar o conteúdo (com os equipamentos que listamos no passo 3) e depois hospedar os vídeos no site. Também dá para limitar o acesso, definir o período de disponibilidade e contar com outros recursos de gestão!

Ah, quer uma ajudinha para editar os vídeos depois de gravados? Essa matéria pode ser muito útil: Como editar vídeos de maneira fácil? Aprenda com essas 7 dicas!

6. Ou transmita o conteúdo ao vivo

Outra forma de levar o curso até seus alunos é pelas lives – tão populares hoje em dia. 

A plataforma EAD oferece esse recurso, e permite que você interaja em tempo real com as pessoas – por meio do chat ao vivo. Assim, o ensino fica mais dinâmico e colaborativo, já que os alunos podem participar com dúvidas e sugestões!

Quer saber como funciona a funcionalidade de transmissão? Confira aqui:

7. Use as redes sociais a seu favor

E já que acabamos de falar sobre tecnologias, não poderíamos nos esquecer das redes sociais. Quer ver como elas são fundamentais para entender como montar um curso de automaquiagem online?

Bom, só para você ter uma ideia, 38% dos usuários já compraram um produto por meio de um link nessas mídias – segundo um estudo da MindMiners.

Algumas boas estratégias são as seguintes!

Lives no Instagram, Facebook e YouTube

Esses formatos trazem bastante engajamento – e a vantagem é que dá para fazer a transmissão ao mesmo tempo, em mais de uma rede social.

Melhores amigos no Instagram

O recurso de close friends pode render dinheiro com assinaturas e criar uma base de consumidores cada vez mais fiéis. Um ótimo negócio!

Grupos de WhatsApp (com desafios)

Adicionar seus alunos em um grupo e criar desafios de automaquiagem são boas ideias para aumentar a interação. Quer ver ideias? 

Leia aqui: Como criar um grupo de desafio no WhatsApp?

Séries de vídeos no YouTube

Aqui, é possível disponibilizar “teasers” gratuitos do seu curso – e depois aproveitar para divulgar as aulas pagas para os inscritos no canal.

Apps de vídeos curtos

Aplicativos como o TikTok e o Kwai, além de recursos tipo o Shorts (YouTube) e o Reels (Instagram), são um sucesso entre o público mais jovem – e permitem que você crie conteúdos mais leves e divertidos.

Pode ser um pouco difícil usar várias dessas estratégias – mas apostar em pelo menos algumas delas já vai te ajudar a conquistar mais seguidores. Como consequência, mais gente saberá sobre seu curso de automaquiagem, e as chances de vendas aumentam!

Gostou deste conteúdo?

Agora que você aprendeu as etapas essenciais de como dar curso de automaquiagem online, é hora de iniciar sua trajetória. E quando o assunto é plataforma digital para hospedagem e transmissão das suas aulas, a gente pode te ajudar!

Que tal conhecer as funcionalidades bem de perto e ver como a EAD Plataforma pode ser seu parceiro de negócio? Faça um teste gratuito!

Fabio Godoy