ferramentas webinar

Ferramentas para webinar: conheça as 6 indispensáveis

Se você já leu nossos artigos sobre o que é webinar e como fazer um webinar com qualidade e engajamento, já está pronto para colocar a mão na massa e começar a gravar seus seminários online. Mas você sabe exatamente quais são as ferramentas para webinar indispensáveis? 

Se a resposta foi não, não se preocupe! Ao longo do post de hoje, falaremos sobre 6 equipamentos que não podem ficar de fora da sua produção de conteúdo EAD. Você verá: 

  1. Câmera
  2. Microfone
  3. Equipamento de luz
  4. Cenário
  5. Software de exibição 
  6. Plataforma EAD

Boa leitura! 

Como escolher as melhores ferramentas para webinar? 

Antes de partirmos para a lista, temos algumas dicas para você escolher as melhores ferramentas para webinar. O mais importante é que você já tenha a estrutura do seu webinar planejada antes de providenciar os materiais. Isso fará com que você direcione seus esforços para os materiais que melhor se encaixam no seu propósito.

Por exemplo: se seu webinar contará com a participação de um especialista em determinado assunto, é importante saber que você precisará de dois microfones. Do contrário, o som não ficará uniforme, e além do entendimento da transmissão ao vivo ser prejudicado, o trabalho dos editores para a versão gravada será bem maior! 

Por isso, se ligue nas dicas abaixo e escolha as melhores ferramentas para webinar: 

  • planeje o formato do webinar antes de escolher as ferramentas;
  • peça orientações para especialistas; 
  • se for utilizar uma ferramenta que você já tem, garanta que ela está em condições antes da gravação;
  • teste todas as ferramentas antes da data oficial do webinar;
  • não tente improvisar com equipamentos inferiores: lembre-se de que uma das funções do webinar é construir autoridade e credibilidade para a sua empresa ou curso online

A seguir, você confere nossa lista com 6 ferramentas para webinar essenciais! 

1. Câmera 

Como estamos falando de uma produção de vídeo, a câmera é, provavelmente, a ferramenta mais óbvia — e também a mais importante. 

Lembre-se de que, dependendo do formato de webinar escolhido por você, será possível utilizar diferentes tipos de câmera: de equipamentos profissionais a celulares, passando inclusive pela webcam do seu computador. 

O importante aqui é ter certeza de que a qualidade da imagem é suficiente para cumprir o objetivo da transmissão (transmissões com detalhes, como anotações em quadros, por exemplo, podem demandar um equipamento de captura com qualidade maior). 

Para garantir que a qualidade da imagem atende a seus objetivos, a receita é uma só: testar! Simule o webinar com alguma antecedência e teste todos os recursos na imagem: posicionamento, tipos de conteúdo de apoio, cor, volume etc. 

Além disso, temos algumas dicas de modelos de câmeras indicadas para transmissões em streaming, como é o caso dos webinars: 

  1. Logitech (BRIO, C922 e C260);
  2. Razer Kiyo;
  3. Microsoft LifeCam

2. Microfone

Quando a transmissão é realizada usando o próprio sistema do notebook, muitas vezes o microfone é deixado de lado. Entretanto, webinars que buscam um ar profissional e de qualidade precisam incluir o item na lista de ferramentas para webinar indispensáveis. 

Dois formatos de microfone podem funcionar para gravações de webinar: 

  • lapela: ideal para ambientes externos (nos quais o volume do locutor precisa se destacar diante do som ambiente)
  • shotgun, ou microfone direcional: perfil mais versátil e pode ser usado com suporte para longas distâncias ou na mão do operador de som.

Quer saber qual é o melhor pra você? Então veja o vídeo abaixo e veja como eles se diferenciam com detalhes: 

3. Equipamento de luz 

Luz, câmera e…som! Esse é o tripé básico de ferramentas para webinar de qualidade. E, se seu objetivo é engajar e motivar alunos EAD, são investimentos que valem a pena! 

Mesmo que opte por uma gravação caseira, usando recursos do próprio notebook ou celular, ter uma boa iluminação é essencial. 

Pensando nisso, nossa sugestão é investir em um ring light (ou anel de luz), uma ferramenta de valor acessível e grande efetividade em vídeos para plataformas digitais. Caso queira ir além e produzir um conteúdo com mais cara de superprodução, pode utilizar ferramentas mais robustas, como softboxes (que geram luzes difusas e suaves) ou sun guns (para luz de preenchimento).

Veja o vídeo abaixo para entender um pouco mais sobre a diferença entre os tipos de iluminação: 

3. Luz natural

Se for fazer uma gravação em ambiente iluminado ou externo, a iluminação natural pode ser uma grande aliada. O fundamental nesse caso é evitar horários de expressiva mudança de incidência solar (início ou fim do dia) e posições contrárias à luz (que podem gerar sombras indesejadas). 

4. Cenário

Em um de nossos artigos, já demos algumas dicas-chave para montar um bom cenário para vídeos. A verdade é que escolher bem o local da gravação deve, sim, contar como uma das ferramentas essenciais para webinar. Isso porque uma escolha infeliz pode fazer com que o vídeo perca sua funcionalidade ou prejudique o entendimento do público e transmissão da mensagem. 

Por isso, leve em consideração: 

  • escolher um local tranquilo;
  • preparar uma ambientação condizente com o tema abordado; 
  • evitar aglomerações; 
  • separar um figurino que harmonize com o cenário; 
  • utilizar elementos estratégicos para complementar a mensagem do webinar (por exemplo, se seu webinar for uma estratégia para vender um curso online, que tal deixar um banner digital do curso na tela inicial do notebook ao fundo do cenário? Indiretamente, ele influenciará potenciais interessados). 

5. Software de exibição

De nada adiantaria usar todas as ferramentas para webinar acima se ele não fosse para o ar, não é mesmo? Afinal, como diz o próprio nome, estamos falando de um “web-based seminar” (ou seminário na web), não é mesmo? 

A escolha do melhor software para exibir seu webinar também depende do público-alvo desejado. Vamos pensar em uma transmissão cujo objetivo seja atrair novos alunos para um curso EAD. 

Nesse caso, as redes sociais podem ser boas alternativas. Facebook e YouTube são duas das redes mais utilizadas para essa finalidade. 

Outras plataformas populares para exibir webinars ao vivo são: 

  • Twitch, plataforma de transmissão comprada pela Google; 
  • GoToWebinar, especializada na exibição de webinars e reuniões ao vivo; 
  • WebinarJam, que permite até o compartilhamento de tela durante a exibição. 

6. Plataforma EAD 

Além de serem uma ótima ferramenta de marketing digital, os webinars também são importantes conteúdos para o seu EAD. Portanto, não se prenda a utilizar as ferramentas para webinar apenas para criar um produto digital vendável. Também é importante pensar nele como um material de ensino, que ficará disponível para consulta e aprendizado dos alunos. 

Nesse caso, além de todas as ferramentas para webinar mencionadas acima, também é fundamental ter uma plataforma EAD. Afinal, este é o espaço que abriga toda a gestão de aprendizado do curso a distância. 

Para ter acesso a uma excelente plataforma EAD, capaz de hospedar seus vídeos e conteúdos em diversos formatos, conheça a EAD Plataforma! Você pode testar todas as nossas funcionalidades gratuitamente por 7 dias clicando aqui

Fabio Godoy