como ministrar um curso de manicure

Como ministrar um curso de manicure? 6 passos que você precisa conhecer

Já trabalha como manicure e gostaria de transformar essa atividade em um negócio de ensino a distância? Saiba que você pode se tornar uma instrutora de cursos online!

Na última década, o setor de beleza cresceu 8,2% (segundo a ABIHPEC, em matéria divulgada na FinanceOne) – e as matrículas no EAD saltaram 378,9% entre 2009 e 2019, de acordo com o INEP.

Uma oportunidade de unir o melhor de dois mundos, não acha? Então, se você gosta da área de manicure e quer ajudar outras pessoas a se apaixonarem pela profissão, continue com a gente.

Hoje, ensinaremos 6 passos práticos e eficientes para aprender como ministrar um curso de manicure online, além de:

  • equipamentos + tudo o que precisa para dar curso de manicure;
  • dicas de como emitir certificado de curso de manicure;
  • como montar um curso de manicure do zero (do planejamento à gravação/transmissão das aulas).

Boa leitura!

6 passos para aprender como ministrar um curso de manicure

1. Entenda sobre o universo das manicures

Pode ser que você já goste muito desse trabalho, mas só paixão não é o suficiente para um negócio dar certo. É preciso fazer uma imersão completa – e isso quer dizer estudar, estudar e estudar.

Como primeiro passo, é necessário dominar técnicas e buscar cursos de aperfeiçoamento em áreas específicas da estética, como:

  • alongamento de unhas;
  • manicure/pedicure tradicional;
  • cutilagem;
  • esfoliação;
  • decoração com adesivos;
  • e muito mais!

Outro ponto importante é entender sobre o mercado. Por exemplo:

  • Quem são seus concorrentes? Eles estão na sua cidade ou podem competir com você na internet? 
  • Qual é o seu público-alvo? Pessoas que querem aprender a fazer as próprias unhas ou futuros profissionais que buscam um curso de especialização?

Enfim, entendendo certinho sobre as variáveis do universo de manicures, você terá informações valiosas para o próximo passo – que é justamente o plano de negócios.

Acompanhe!

2. Estruture um plano de negócio… 

Ter um plano é imprescindível para qualquer negócio – e não é diferente quando falamos de cursos. Por isso, é importante “se provocar” a pensar em administração, logística e finanças!

Veja alguns insights para considerar no planejamento:

Você fará o curso de manicure totalmente online? 

Ou ele será híbrido, com algumas aulas presenciais? Ter isso em mente ajuda a entender o público potencial (já que o sistema presencial pode limitar o alcance, diferentemente da internet).

Qual será o nível de especialidade do curso?

Seu conteúdo será direcionado para iniciantes ou para profissionais mais avançados?

E em relação aos pagamentos?

Que modalidades você oferecerá? Parcelamento no cartão? Somente à vista? E que tal os boletos bancários?

Por fim, quanto você cobrará pelo curso? 

Qual o preço praticado pelos seus concorrentes? Você fará alguma condição especial para os primeiros clientes?

Pode parecer um pouco difícil… Mas faça com calma! Cuidar de cada ponto no planejamento faz uma grande diferença lá na frente.

3. …E um plano de aula!

Quando a gente fala em plano, outra categoria importante é a estrutura das aulas. Definir isso bem certinho te ajuda a preparar os conteúdos de forma mais clara e didática – o que é essencial para entender como ministrar um curso de manicure.

Mas como começar esse plano de aula?

Procure determinar quantas aulas haverá no seu curso – e se elas estarão divididas em módulos. Uma dica é dividir o plano em conteúdos teóricos e práticos, assim você consegue abordar diversos temas.

Ah, e vale também focar em dicas de negócios – para alunos que pretendem montar seu próprio salão, por exemplo. Na prática, você vai ensiná-los como dar um curso de manicure (então é fundamental se colocar no lugar do cliente).

No mais, é legal pensar nas avaliações. Elas serão feitas ao final de cada módulo ou apenas no fim do curso? Haverá certificado de conclusão?

Leia também: Plano de aula para curso EAD: um guia com 9 itens que não podem faltar

4. Conte com o apoio de uma plataforma EAD

Certo, agora que o seu planejamento foi feito, chegou o momento de preparar a estrutura digital. Essa etapa é primordial para aprender como ministrar um curso de manicure – pois uma plataforma EAD traz excelentes recursos de gestão.

Com ela, é possível hospedar os vídeos de cada módulo em um site só seu – e vender esses conteúdos nos moldes de um e-commerce, com carrinho de compras e tudo mais.

Além disso, a plataforma EAD suporta lives (ou seja, você pode transmitir a aula de qualquer lugar, para qualquer lugar). E as funcionalidades não acabam aqui!

Confira o que você tem à disposição:

  • criação de uma página de captura de dados de seus clientes (como emails), que você pode usar em estratégias de divulgação;
  • recurso de chat para interação ao vivo durante as lives;
  • possibilidade de criar planos de assinatura, com cobranças recorrentes;
  • geração de cupons de desconto para incluir em promoções;
  • estrutura para aplicação de provas teóricas (com correção automatizada);
  • desenvolvimento de certificados de conclusão de curso.

Ah, e já que falamos do certificado neste passo e no anterior, preparamos um vídeo que ensina como emitir certificado de curso de manicure. Confira aqui:

5. Invista nos equipamentos de gravação/transmissão

Com a plataforma já contratada, é hora de gravar ou transmitir suas aulas. Lembra que você estruturou o plano do curso nas etapas anteriores? É aqui que ele será colocado em prática!

Fora os acessórios específicos para as aulas de manicure (como esmaltes, alicates, lixas e outros apetrechos), vale a pena investir nos equipamentos exclusivos para a produção dos vídeos e das transmissões ao vivo. 

Os principais são:

  • uma boa câmera de vídeo e um tripé para estabilizar a imagem;
  • microfones (tipo o de lapela ou o bidirecional);
  • luzes e outros itens de iluminação, caso necessário;
  • um computador que suporte a transmissão (e a edição audiovisual).

Leia também: 8 melhores dicas para gravar videoaulas: comece JÁ!

6. Divulgue o curso e mantenha boas relações com seus alunos

O último passo para aprender como dar um curso de manicure é usar a internet a seu favor – tanto para a divulgação do seu negócio como para a manutenção do relacionamento com seus alunos.

As redes sociais e os emails marketing, por exemplo, são poderosas ferramentas que atendem muito bem a esses dois quesitos! Veja algumas ideias para utilizar:

Gostou de aprender como montar um curso de manicure?

Agora você tem tudo o que precisa para dar curso de manicure online!

E se quiser um parceiro na construção do seu negócio, saiba que a EAD Plataforma pode oferecer uma estrutura completa para hospedagem de vídeos, transmissões ao vivo e toda a gestão financeira.

Nossa plataforma é prática, acessível e intuitiva – e oferece uma série de funcionalidades que ajudam (e muito) a fazer o seu curso de manicure decolar!

Que tal conferir a partir de já? Faça um teste totalmente gratuito!

Fabio Godoy