/marketing-para-youtube

Praticidade para gerenciar conteúdos: o que é Youtube Studio?

Dê adeus à versão clássica dos estúdios de criação. É assim que começa a jornada para entender o que é Youtube Studio, uma revolução na produção digital. Aliás, essa é uma estratégia bastante usada pelos melhores youtubers brasileiros

Neste artigo, vamos mostrar como a plataforma deu uma repaginada do antigo estúdio de criação, que foi desativado. Continue conosco para conferir as novas funções para gerenciar o conteúdo e as interações dos perfis. E, também, a aposta na usabilidade para o acesso via desktop ou mobile. 

A propósito, confira esse vídeo para entender melhor o que é Youtube Studio, que centraliza os recursos mais relevantes da plataforma. Isto é: notícias importantes, estatísticas avançadas e filtros de comentários. Enfim, “uma experiência de envio guiada, tudo em um só lugar”.

Mas o que é Youtube Studio? E para que serve?

Youtube Studio é uma ferramenta que facilita o gerenciamento dos canais, para manter a sua produtividade, em qualquer hora e local. Com isso, o criador de conteúdo pode conferir estatísticas, responder comentários, receber notificações personalizadas e daí por diante.

Além disso, você pode querer saber sobre a versão mobile, ou seja, o que é Youtube Studio para os dispositivos móveis. O vídeo a seguir demonstra as funcionalidades do app. 

Uma visão geral para entender o que é Youtube Studio

Para facilitar o entendimento sobre o que é Youtube Studio (e para que serve), listamos os principais recursos para os infoprodutores. E, se tiver alguma dúvida adicional, basta acessar a central de ajuda

1. Visualizar o painel

É possível verificar rapidamente o total de inscritos, as análises, os novos envios e os comentários relevantes. Com praticidade, esse painel exibe as informações recentes do canal. Assim, você escolhe por onde quer começar a navegar.

E o principal: a arte de monetizar! Nesse caso, o acompanhamento da monetização fica disponível para quem já se qualificou para o Programa de Parcerias do YouTube. Em inglês, o nome é Youtube Partner Program (YPP). 

2. Gerenciar os vídeos

Na página listada como “Vídeos”, aparece uma lista com os envios, as playlists e as opções de edição (títulos, tags e outras configurações). Nessa seção, fica fácil conferir os comentários sobre cada vídeo e ainda analisar as estatísticas dos posts recentes. 

3. Assistir aos vídeos

Essa é uma maneira prática de reproduzir suas criações: vá ao menu “Vídeos” e selecione aquele que você pretende assistir no momento. Em geral, o vídeo começa a ser reproduzido automaticamente. Mas, se for o caso, pressione o botão “reprodução”.

4. Moderar os comentários

Surfando na onda do engajamento, algumas pessoas podem se exceder, não é mesmo? Por isso, use essa área sempre que for necessário moderar uma mensagem deixada nos seus envios. Você pode responder, aprovar, remover os comentários moderados e analisar o “spam”. 

5. Usar a análise

Para ter um negócio escalável, é fundamental acompanhar os indicadores de desempenho. Aqui, confira como estão as estatísticas do canal, por exemplo: tempo e quantidade de exibição, total de inscritos, receita gerada e origem do tráfego. 

Selecione um card para visualizar a performance em um período. Ou, se preferir, veja as atividades de vários cartões, com estimativas em tempo real. Porém, vale lembrar que os números fidedignos são mostrados na página de exibição. Já o YouTube Analytics traz novas métricas: impressões, taxa de cliques e espectadores únicos.

6. Receber as notificações

Quer ficar por dentro de quaisquer “movimentações” do canal? Então, conte com essa funcionalidade para receber notificações relevantes. Vale para quando o número de inscritos aumentar consideravelmente ou devido a um grande volume de comentários. Se quiser, opte por customizar as preferências de notificação.

7. Visualizar as reivindicações

Nesse ponto, veja as informações relativas às reivindicações de Content ID e as remoções de direitos autorais. Porém, se você não sabe bem o que isso significa, não se preocupe, nós te explicamos! 

As reivindicações de Content ID e direitos autorais se aplicam aos casos em que você envia um vídeo que contém trechos de um material “protegido”. Em outras palavras, essa é uma reivindicação feita por empresas que são proprietárias de filmes, músicas, games e outros materiais protegidos por direitos autorais.

Em geral, essas reivindicações não causam grandes problemas. Mas “cabe aos detentores de direitos autorais decidirem se outras pessoas podem reutilizar o material original deles”. Para saber mais sobre o assunto, o próprio Youtube fala sobre os conceitos de direitos autorais.

Plus: YouTube Creators

Quer receber mais insights sobre o que é Youtube Studio e os novos recursos lançados para aprimorar as produções digitais? Faça sua inscrição no canal Youtube Creators. São novos conteúdos semanais, incluindo as dicas de quem já é especialista na criação de materiais para o Youtube. 

Enfim, agora que você já sabe tudo sobre o que é Youtube Studio, chegou o seu momento de brilhar (e faturar na web)! Entre em contato com os consultores da EAD Plataforma e saiba como se tornar um youtuber de sucesso!

Teste as nossas funcionalidades por 7 dias grátis e aproveite também para conferir outros conteúdos no Blog. Afinal, temos inúmeros posts que podem te ajudar a dar um upgrade nos seus infoprodutos!

Fabio Godoy