como-fazer-plano-tutoria-ead

Como fazer um plano de tutoria EAD? Tudo o que você precisa saber!

Entender como fazer um plano de tutoria EAD pode ajudar a estabelecer um fluxo de aprendizado mais fluido e assertivo com os alunos. 

Para você ter uma ideia da importância do papel do tutor no aprendizado a distância, o Censo Abed de 2018 mostrou que 87% das instituições com cursos totalmente a distância conta com tutores como principal recurso para auxiliar na resolução de questões de aprendizagem dos alunos.

Para que essa resolução seja efetiva, é preciso que todo o processo de ensino seja planejado, garantindo coerência na rota educacional e possibilitando ao tutor um olhar crítico sobre o aproveitamento daquilo que é ensinado. 

No artigo de hoje, falaremos sobre os principais tipos de tutoria e como fazer um plano de tutoria EAD em 5 passos práticos:

  1. Definir o tema principal e os subtemas
  2. Delimitar objetivos específicos
  3. Descrever as atividades teóricas e recursos utilizados
  4. Descrever atividades práticas e recursos usados
  5. Definir o método de avaliação

Aproveite as dicas e boa leitura! 

O que é tutoria EAD?

A tutoria EAD é a prática que ampara e orienta os alunos da educação a distância. Dessa forma, a atividade de tutoria se relaciona com o acompanhamento próximo e a orientação de grupos de alunos realizada por pessoas experientes na temática dos cursos online ou treinamentos corporativos EAD. 

O tutor EAD é responsável por atuar no ensino e aprendizagem, e também a fornecer orientação assistida em cada processo de educação a distância. 

Por isso, dizemos que, além de conhecer os materiais de ensino e o conteúdo do curso EAD, é fundamental que o tutor também seja capaz de orientar os alunos a encontrarem melhores métodos para absorver conteúdos, despertando motivação e acompanhando de perto a curva de aprendizagem dos estudantes. 

Por ter uma relação direta com os alunos, é essencial que o trabalho do profissional seja construído a partir de um plano de tutoria EAD que o permita explorar diferentes tipos de conteúdos digitais e ferramentas de interação para estimular a troca de experiências. 

Plano de tutoria x plano de aula

Você já deve ter ouvido falar em plano de aula como recurso educacional, certo? É verdade que, em muitos casos, os conceitos de aula e tutoria se misturam. Mas é importante conhecer as fundamentais diferenças entre as duas práticas para entender como fazer um plano de tutoria EAD adequado às reais atribuições do profissional e, é claro, às necessidades dos alunos.

Enquanto, no plano de aula EAD, o foco está na forma como o conteúdo será apresentado aos alunos, o plano de tutoria foca na forma como estes alunos absorverão a matéria ensinada.

Por isso, como você verá a seguir, o plano de tutoria tem foco nas ferramentas e atividades que serão desenvolvidas para garantir que os alunos compreendam e apliquem o conteúdo apresentado. 

Veja no vídeo abaixo uma reflexão sobre o importante papel do tutor na metodologia de aprendizagem EAD: 

Tipos de plano de tutoria EAD

Agora que você já tem em mente o conceito e as diferenças entre tutoria e aula, chegou a hora de caminharmos para o entendimento de como fazer um plano de tutoria EAD. Para isso, é importante compreendermos que é possível criar planejamentos para diferentes modalidades de ensino, de aulas particulares a educação corporativa

A seguir, você confere três diferentes tipos de planos de tutoria EAD e suas principais diferenças e características. 

Plano de tutoria individual

Não pense que, por ter apenas um aluno, você, tutor, não precisa se preocupar com seu plano de tutoria! Pelo contrário! Criar um plano de tutoria individual pode ajudar muito a conduzir o processo de aprendizagem em aulas particulares de forma coordenada.

Por ser focado em apenas um estudante por vez, o plano de tutoria individual permite a criação de sistemas de aprendizagem e absorção personalizados, dando preferência, por exemplo, a formatos de conteúdo compatíveis aos hábitos do aluno.

Se estivermos falando sobre tutoria a um aluno adolescente, por exemplo, é possível inserir, no plano, recursos como a gamificação e o mobile learning para potencializar suas chances de aproveitamento do conteúdo. 

Plano de tutoria para workshop ou treinamento corporativo

Workshops EAD são modalidades populares de e-learning nas empresas. Cientes de que podem realizar seus cursos e treinamentos com mais escalabilidade e flexibilidade, as organizações vêm adotando o ensino a distância como aliado nas rotinas de treinamento e desenvolvimento. 

Para garantir um bom aproveitamento em cursos corporativos, também é fundamental elaborar um bom plano de tutoria EAD. Neste caso, os recursos utilizados devem focar nas características do público-alvo empresarial. 

Uma boa ferramenta para apoiar a absorção do conteúdo EAD corporativo é, por exemplo, o microlearning, que permite o compartilhamento de conteúdo segmentado e complementar, que pode ser acessado a qualquer momento via dispositivo móvel.  

Plano de tutoria para turmas EAD

Por fim, temos o modelo convencional de plano de tutoria EAD, voltado para cursos livres ou especializações ministrados em plataformas EAD

Neste caso, o plano deve ser formulado de forma ampla e dinâmica, pensando nas particularidades do público-alvo e buscando diferentes formas de garantir a assimilação do conteúdo e o aproveitamento do curso. 

Como fazer um plano de tutoria EAD: 5 passos 

Seja qual for o modelo ideal para o seu caso, saber como fazer um plano de tutoria EAD passa por 5 passos essenciais. 

A seguir, você conhece cada um deles. 

1. Definir o tema principal e os subtemas

Todo plano de tutoria EAD precisa ser identificado com o máximo possível de detalhamento. Isso porque, além de guiar o tutor, o plano pode ser compartilhado com o aluno como guia da rota de aprendizagem. 

Por isso, não se esqueça de incluir, em seu plano de tutoria EAD, a definição do tema principal e seus subtemas.

Tomemos, como exemplo, uma tutoria voltada para aulas de inglês online, em um módulo específico para formas de comunicação em público. Neste caso, o tema principal seria “Cumprimentos”, e os subtemas seriam “cumprimentos de chegada” e “cumprimentos de partida”. 

2. Delimitar objetivos específicos

Os objetivos específicos devem apontar aquilo que o tutor espera como resultados para a sua abordagem. Dessa forma, é fundamental que os objetivos trabalhados sejam realistas, alcançáveis e coerentes com a realidade do curso e dos alunos. 

No caso do exemplo acima, poderíamos elencar, como objetivos: 

  • compreender as expressões utilizadas para saudações de chegada e de partida;
  • elaborar diálogos autônomos para situações de chegada ou partida de locais.

3. Descrever as atividades teóricas e recursos utilizados

O entendimento de como fazer um plano de tutoria EAD também passa pela descrição detalhada das atividades teóricas e recursos utilizados para garantir maior absorção da matéria lecionada. 

Por isso, nesta etapa do plano, é importante descrever detalhadamente a conexão de cada recurso com o aspecto teórico abordado. 

Que tal vermos a aplicação deste tópico no exemplo utilizado acima? 

As atividades teóricas e recursos utilizados no módulo de “Cumprimentos” do curso de inglês online seriam: 

  • exibição de vídeo do YouTube com simulação de diálogo: a intenção é que, com o vídeo, os alunos consigam observar a dinâmica de comunicação entre duas pessoas e absorver detalhes de pronúncia e entonação. 
  • disponibilização de apostila online para que os alunos compreendam, também, a grafia correta de cada expressão;
  • disponibilização de podcast para que os alunos ouçam diálogos entre diferentes personagens, em diferentes situações. 

4. Descrever atividades práticas e recursos usados

Além da base teórica para potencializar o aproveitamento dos alunos, é importante planejar, também, as abordagens práticas do curso. 

Lembre-se de que boas plataformas EAD fornecem diversas ferramentas que permitem dinamizar as atividades práticas, tornando-as menos maçantes e mais atrativas. 

Veja a seguir algumas possibilidades: 

  • gravação de um webinar ao vivo com um nativo americano para que os alunos possam treinar os diálogos e cumprimentos dados em aula;
  • fórum EAD para discussão de temas relacionados ao módulo.

5. Definir o método de avaliação

Por fim, fazer um plano de tutoria EAD demanda, também, a definição do método de avaliação para medir o aproveitamento dos alunos sobre o conteúdo.

Existem diversas formas de avaliar a absorção de conteúdo em EAD. Algumas delas são: 

  • contínua: mede a participação dos alunos em aulas, fóruns e demais atividades;
  • pontual: mede o desempenho dos alunos com base em um teste ou atividade;
  • somativa: mede o desempenho dos alunos com base em uma atividade realizada no fim do módulo.

Veja aqui um exemplo de plano de tutoria EAD completo.

Agora que você já sabe como fazer um plano de tutoria EAD, está pronto para engajar e motivar seus alunos, tornando-os verdadeiros fãs do curso. Lembre-se de que são eles os grandes porta-vozes do seu conteúdo, e que, uma vez satisfeitos, podem ajudar a conquistar novos alunos e a popularizar seu material.

Por falar nisso, que tal emendar o fim desta leitura em nosso artigo sobre como conquistar novos alunos EAD com cursos online grátis?

Fabio Godoy