o-que-e-marketing-afiliados

O que é marketing de afiliados? Como ele pode te ajudar a ganhar dinheiro online?

Marketing de afiliados é o nome dado à modalidade de marketing baseada na criação de uma rede de divulgadores (afiliados) que disseminam um produto ou serviço em suas redes de contatos. 

Este é um mercado em crescimento no país e no mundo. De acordo com esta matéria, que reúne estatísticas sobre marketing de afiliados, 81% das marcas contam com programas de afiliados com o intuito de otimizar seus negócios.

Além disso, a estimativa global de marketing de afiliados para 2020 foi de US$ 12 bilhões — dado que mostra o potencial do segmento. 

Se é a primeira vez que você ouve falar no termo, não se preocupe. Continue a leitura para entender tudo sobre marketing de afiliados e os caminhos para se tornar um e começar a ganhar dinheiro na internet. 

Boa leitura! 

O que é marketing de afiliados? 

Chamamos de marketing de afiliados a modalidade de divulgação digital baseada na construção de uma rede de afiliados. Estes afiliados são responsáveis por disseminar um produto ou serviço por suas redes de contato em troca de uma comissão. 

Atualmente, o sistema é muito utilizado no meio dos influenciadores digitais, que disponibilizam links de acesso para produtos e serviços em seus perfis em troca de comissões pré-estabelecidas com as empresas divulgadas. 

Nesta modalidade, cada visitante ou cliente trazido pelos esforços dos afiliados reverte uma porcentagem do investimento feito pelo consumidor em comissão para o divulgador. Pode parecer complexo, mas saber o que é marketing de afiliados certamente abrirá sua cabeça para esta modalidade de trabalho digital.

Como funciona o marketing de afiliados?

Além de entender o que é marketing de afiliados, é importante conhecer de que maneira a renda de um afiliado é formada, não é mesmo? 

De forma simplificada, podemos dizer que o marketing de afiliados funciona a partir da troca do trabalho de divulgação de produtos por uma comissão pré-estabelecida. 

Porém, na prática, a estrutura deste comissionamento pode ocorrer de diferentes maneiras. A seguir, mostramos 2 das mais populares estratégias de comissionamento para ilustrar: 

1. CPV (custo por venda)

Neste modelo, amplamente utilizado em e-commerces e outras plataformas de comercialização de produtos digitais (incluindo cursos online), o afiliado ganha sobre cada conversão de venda feita a partir de um link direcionado. 

Esta modalidade de comissionamento é interessante, já que, em muitos casos, o link direciona o usuário para um determinado produto, mas ele opta por comprar mais produtos além daquele. Desta forma, o afiliado é comissionado por todas as vendas feitas a partir do link, mesmo que não adquira o produto (ou apenas este produto) oferecido pelo afiliado. 

2. CPL (custo por lead)

Este modelo é mais utilizado para empresas que vendem para outras empresas (negócios B2B) ou empresas de prestação de serviço continuado (como a Uber, que capta e converte clientes praticamente ao mesmo tempo). Isso porque, neste modelo de negócio, o objetivo principal é captar leads qualificados para trabalhar e convertê-los em clientes.

Portanto, neste modelo de comissionamento, o afiliado é pago com um valor fixo a cada lead gerado. 

Outra forma de utilizar o CPL para comissionar afiliados é associando o link a uma etapa de captação de leads do funil de vendas da empresa. Alguns exemplos cabíveis a este caso são: 

  • preenchimento de formulários;
  • pedidos de orçamento;
  • cadastro de clientes interessados em receber algum tipo de conteúdo exclusivo;
  • etc. 

Vantagens de trabalhar com a modalidade

Agora você sabe o que é marketing de afiliados e como ele funciona. Ainda está em dúvida se esta modalidade de trabalho digital é para você? Então confira nossa lista com algumas das vantagens de se trabalhar como um afiliado: 

1. Não precisa criar um produto para vender

Analisando sob este aspecto, há uma semelhança entre trabalhar com licenciamento e venda de produtos digitais e marketing de afiliados.

Afinal, em ambos os casos, é possível escolher em plataformas especializadas o tipo de produto ou serviço que você deseja comercializar e fazer um cadastro.

A maior diferença entre as duas atividades é que, embora não demande a criação de um produto, a comercialização de produtos digitais é mais complexa, e exige outros conhecimentos e processos por parte do vendedor. 

2. É possível atuar em diversos nichos

Além de dispensar a necessidade de desenvolvimento de um produto exclusivo, o marketing de afiliados também garante ao participante do programa a liberdade para atuar em diferentes nichos. 

Assim, ele pode se cadastrar em plataformas diferentes (de aulas online a serviços de transporte) e oferecer seus links para o público conforme julgar apropriado. 

3. Flexibilidade de horário e local de trabalho

O trabalho no ambiente digital carrega consigo esta, que é, provavelmente, um de seus principais chamarizes: a flexibilidade e a autonomia para escolha dos melhores horários e locais de trabalho. 

Uma vez que o trabalho pode ser inteiramente realizado pela internet, basta dispor de uma boa conexão e um dispositivo em funcionamento (como um computador, notebook, tablet ou mesmo smartphone) para fazer o negócio caminhar. 

4. Baixo investimento

Além de entender o que é marketing de afiliados, é importante compreender que investir no segmento demanda baixo investimento. Muitas das plataformas mais populares de marketing de afiliados não cobram taxas para o cadastro de novos colaboradores. 

Por isso, podemos dizer que os custos agregados ao trabalho estão diretamente ligados ao nível de investimento que o afiliado deseja fazer para aperfeiçoar suas estratégias de captação de clientes, conversão de leads e marketing digital

5. Entrega a encargo da plataforma-matriz

Já imaginou vender um produto e não precisar se preocupar com os caminhos trilhados por ele até chegar ao cliente? Bom, ao entender o que é marketing de afiliados, você também compreende que esta é uma realidade para profissionais da área.

Isso porque o escopo de trabalho de um afiliado se restringe à divulgação de seus links e captação de interessados em clicar para conhecer/consumir aquilo que lhes é oferecido.

Todo o trabalho logístico atrelado a produtos ou serviços adquiridos  (entrega, pagamento, suporte, atendimento etc) é parte do trabalho da empresa-matriz.

Como trabalhar com marketing de afiliados?

E aí? Convencido sobre o que é marketing de afiliados e quais as vantagens desta modalidade de trabalho? 

Chegou a hora, então, de entender como iniciar sua jornada neste mercado. 

Preparamos um passo a passo básico para te ajudar a se orientar e começar a investir no segmento! 

  1. Pesquisa empresas de credibilidade que trabalham com marketing de afiliados;
  2. Estude o produto promovido (isso ajudará a criar estratégias de marketing mais consistentes e focadas no público correto);
  3. Encontre o público-alvo do produto ou serviço vendido;
  4. Aposte em boas estratégias de marketing digital (incluindo anúncios pagos, como o YouTube Ads e os anúncios no Instagram);
  5. Planeje metas de curto, médio e longo prazo; 
  6. Mensure seus resultados e teste novas ferramentas para dinamizar os acessos. 

Exemplos para inspirar: empresas que trabalham a estratégia 

Por fim, para completar nosso guia sobre o que é marketing de afiliados, apresentamos 3 exemplos de empresas que você provavelmente conhece, e que trabalham a estratégia. 

Veja a seguir! 

  1. Amazon
  2. C&A
  3. PayPal

E aí? Pronto para avançar mais algumas casas no entendimento sobre o que é marketing de afiliados? Preparamos uma lista de leituras sobre marketing e estratégia digital para te ajudar a formular seus primeiros passos com um empreendedor digital!  

Dicas de empreendedorismo digital;

8 ferramentas para empreendedores digitais;

O que é marketing omnichannel?

Fabio Godoy