como-usar-tecnologia-educacao

Como usar tecnologia na educação? Passo a passo com 5 dicas de ouro

Você sabe como usar tecnologia na educação? Já pensou que, em um mundo totalmente digitalizado como o nosso, manter processos engessados como eram antigamente pode prejudicar o seu negócio? 

Para você ter uma ideia do que estamos falando, o portal Computerworld mostra um crescimento de 118% no mercado brasileiro de tecnologia em uma década. Isso é a evidência que precisávamos para afirmar, com toda certeza, que esta é a hora certa para adotar ferramentas tecnológicas em sua instituição de ensino.

Se você não sabe por onde começar, não se preocupe. Leia este artigo até o fim para conhecer nossos 5 passos essenciais para entender como usar as novas tecnologias na educação. Falaremos sobre: 

  1.  Mapeie processos nos quais a tecnologia poderia ajudar
  2. Entenda qual a ferramenta mais útil em cada caso
  3. Faça testes!
  4. Coloque a tecnologia na educação em prática
  5. Avalie os resultados com a ajuda de quem mais importa: alunos, tutores e professores

Boa leitura! 

Como usar tecnologia na educação? 

Sem mais delongas, vamos direto ao ponto! 

1. Mapeie processos nos quais a tecnologia poderia ajudar

Se você quer saber como aplicar tecnologia na educação, precisa entender a importância da etapa inicial do processo: o mapeamento. 

Incorporar tipos de conteúdos digitais e ferramentas tecnológicas no ensino não deve ser um processo apressado. Pelo contrário: é preciso avaliar, com atenção, os processos que poderiam ser otimizados com a ajuda da tecnologia. 

Quer ver alguns exemplos? 

  1. A biblioteca física poderia ser incrementada com uma versão digital, para que os alunos conseguissem acessar algumas obras e conteúdos remotamente;
  2. o contato com a coordenação ou com os professores poderia passar a acontecer por meio de ferramentas de interação EAD, como chat, e-mail ou fórum de discussão; 
  3. palestras e eventos escolares poderiam ser realizados online, em formato de webinar ou transmissão ao vivo. 

Abaixo, você vê um exemplo prático de como realizar um evento educacional na internet: 

2. Entenda qual a ferramenta mais útil em cada caso

Além de mapear processos, é importante direcionar os recursos adequados a cada caso. Vamos retomar os exemplos anteriores? 

Se sua escola vai investir na biblioteca virtual, é importante encontrar a melhor plataforma para hospedá-la. Por outro lado, se a ideia é utilizar ferramentas de interação para viabilizar o contato, é preciso estudar os melhores canais de acesso a estas ferramentas: mais uma vez, uma plataforma EAD poderia ajudar. 

Palestras online e eventos virtuais podem acontecer de diferentes maneiras. É possível, por exemplo, utilizar redes sociais como o Facebook, para exibir “lives”, assim como o Instagram, que funciona como uma boa plataforma para webinars. 

3. Faça testes!

Para entender como usar tecnologia na educação na prática, é preciso testar. Afinal, o uso da tecnologia, em geral, não é essencialmente teórico, mas sim, baseado em tentativas e erros. 

Por isso, organize datas específicas para testar as soluções pensadas. Separe um grupo de amostra e simule a ferramenta em ação. Veja como vão reagir aqueles que têm maior aptidão com a tecnologia e também os que não usam o recurso com frequência. 

Aproveite a oportunidade para mapear dificuldades e desvios e corrigi-los, seja com ajustes no projeto ou com treinamentos e tutoriais aos envolvidos. 

4. Coloque a tecnologia na educação em prática

Após o período de testes, é hora de partir para a parte prática. Você quer saber como usar as novas tecnologia na educação? Nós te respondemos: fazendo! 

Mesmo depois de testar, é possível que seja necessário continuar ajustando a ferramenta de forma contínua. Uma das características da tecnologia é estar em constante movimento e atualização, mesmo quando incorporada ao processo educacional. 

5. Avalie os resultados com a ajuda de quem mais importa: alunos, tutores e professores

Por fim, para entender como usar tecnologia na educação, é preciso ter abertura ao feedback. Mais do que isso, é preciso estimular o feedback de quem mais importa: os atores principais da iniciativa, alunos, tutores e professores. 

Crie rotinas periódicas de feedbacks sobre as tecnologias aplicadas. Avalie o que está dando certo e o que precisa ser melhorado com base nas experiências e no ponto de vista dos estudantes e dos professores. 

Outra ideia é manter um canal sempre aberto para receber, de forma espontânea, informações sobre o andamento dos projetos digitais. Pode ser um chat online, uma rede social ou mesmo um número para contato telefônico. 

Benefícios de usar tecnologia na educação 

Agora que você já sabe exatamente como usar tecnologia na educação, deve estar se perguntando: mas o que exatamente minha instituição ganha com isso? 

Nossa resposta é, na verdade, uma lista! Veja a seguir como a tecnologia pode ajudar na educação (seja ela semipresencial ou a distância):

  1. permite a realização de um ensino online completo e efetivo; 
  2. possibilita o uso de diversos formatos de conteúdo, e, portanto, dinamiza a educação (veja um exemplo no vídeo abaixo, que mostra como a realidade virtual pode ajudar na aprendizagem);
  1. traz novos elementos ao processo educacional, tornando-o mais interessante e surpreendente; 
  2. possibilita a adaptação do processo escolar aos novos hábitos da população.

Ouça o podcast “Qual é o impacto da tecnologia na educação?”, da Dialogando, e enriqueça sua base de conhecimento sobre o assunto! 

Por onde começar? 

Você já entendeu como usar tecnologia na educação, e como ferramentas digitais podem ocupar um papel estratégico nos novos processos de aprendizagem. 

Que tal começar a colocar a mão na massa para tornar esta realidade possível no seu negócio? 

Nossa dica inicial é: busque uma plataforma EAD que se encaixe em suas necessidades. Isso porque boas plataformas EAD são, também, completos AVA — Ambientes Virtuais de Aprendizagem. Isso significa que oferecem diferentes possibilidades de ensino (ou complemento ao ensino) para os alunos. 

Em uma plataforma EAD completa, é possível, por exemplo, criar e disponibilizar conteúdos na biblioteca virtual, além de conectar tutores e alunos por meio de diferentes canais de conversa. 

Saber como usar tecnologia na educação certamente levará seu negócio a um outro patamar. Por isso, comece agora mesmo a conhecer as melhores plataformas EAD do mercado! A EAD Plataforma pode te ajudar com isso, oferecendo um período gratuito de teste.

Preencha este formulário e explore todas as funcionalidades da ferramenta por 7 dias sem pagar nada!

Fabio Godoy