onboarding-nas-empresas

Onboarding nas empresas: guia para revolucionar as boas-vindas aos novos colaboradores

Novos tempos demandam novas estratégias. E o onboarding nas empresas não nos deixa mentir! Estamos falando dos processos de integração de novos funcionários, que reforçam sua relevância a cada ano e ganham uma nova roupagem com a evolução tecnológica.

De acordo com este estudo, da CareerBuilder & Silk Road, 93% dos empregadores afirmam que uma boa experiência de integração afeta diretamente a decisão de um funcionário em permanecer ou não na empresa. 

Além disso, este outro estudo, da Bamboo HR, mostra que organizações com integração eficaz têm 33% mais funcionários se sentindo engajados do que aquelas com integração ineficaz.

Quer entender um pouco mais sobre onboarding nas empresas e como turbinar o seu? Então continue lendo este artigo!  

O que é onboarding nas empresas? 

A palavra “onboarding” significa “integração”, e isso já diz muito sobre seu significado. Trata-se do processo pelo qual passam os funcionários recém-admitidos em um negócio ou que iniciam sua trajetória em uma nova área ou setor da organização. 

O objetivo do onboarding é garantir que, ao iniciar uma nova trajetória na empresa, os colaboradores tenham acesso a todo o conhecimento e as habilidades necessárias para desempenhar suas funções conforme as expectativas do negócio. 

Como funciona o onboarding? 

Existem diferentes formas de se realizar um processo de onboarding nas empresas. Entretanto, independentemente do formato escolhido, este tipo de treinamento empresarial deve cumprir as seguintes etapas: 

  • apresentação da empresa e do setor no qual o colaborador irá trabalhar;
  • descrição da tarefa desempenhada;
  • alinhamento das expectativas da empresa;
  • fornecimento de informações essenciais para desempenhar a tarefa;
  • apresentação de ferramentas de rotina e principais canais de contato com a liderança e o time. 

Por que sua empresa deve se preocupar com o onboarding? 

Entender o que é o onboarding nas empresas e investir na técnica para familiarizar colaboradores com as expectativas da organização é fundamental. 

Além deste motivo, considerado o principal, há, ainda, uma série de outras razões pelas quais uma empresa deve apostar na técnica. Listamos algumas delas e pontuamos na lista a seguir:

O impacto da EAD nos processos de onboarding

Quando falamos em integração corporativa, logo nos vem à mente o modelo “tradicional” de familiarização de novos funcionários. Imagine com a gente:

  • uma sala cheia de novos colaboradores;
  • um cronograma de atividades extenso e intenso;
  • muito conteúdo escrito;
  • longas apresentações de slides;
  • manuais e protocolos em papel, entregues nas mãos dos colaboradores;
  • uma integração que dura, no mínimo, um dia inteiro, mas que pode chegar a semanas! 

Este é o retrato da integração de novos colaboradores convencional, utilizada há anos em empresas de pequeno ou grande porte.

Entretanto, com o advento da metodologia EAD de educação corporativa, as organizações se viram diante da possibilidade de revolucionar as boas-vindas a seu time. A educação a distância permitiu escalar o processo de integração, fazendo com que ele aconteça simultaneamente em diferentes lugares físicos.

Além disso, permitiu explorar diferentes tipos de conteúdos digitais para facilitar a assimilação de informações. 

Como consequência, os processos de onboarding nas empresas se tornaram mais modernos, fluidos e dinâmicos. 

5 dicas para inovar no onboarding nas empresas 

Agora sim, chegou a hora de falarmos, de forma prática, sobre o onboarding nas empresas. 

Tomando como base o tópico anterior, que aborda o surgimento da EAD como ferramenta de educação corporativa, vamos mostrar de que forma é possível aliar a tecnologia à educação na hora de saudar e mergulhar novos colaboradores na cultura da empresa. 

Gamificação

Nossa primeira dica para superar o formato convencional e investir em onboarding nas empresas é utilizar estratégias diferentes de transmissão de conteúdo. A gamificação é uma delas, já que mescla elementos de jogos de tabuleiro ou vídeo games para estimular a competição saudável entre os colaboradores e estimular a superação de obstáculos e o cumprimento de fases no processo de integração. 

Realidade virtual

Outra forma de familiarizar novos colaboradores a processos sem precisar recorrer a longas e maçantes apresentações é lançar mão das simulações via realidade virtual. 

Estas simulações podem acontecer no ambiente da empresa ou mesmo nas residências dos colaboradores (caso a organização opere em regime de home office). Para isso, basta que a empresa disponibilize um software ou equipamento adequado para cada funcionário. 

Assim, é possível realizar uma tour pela empresa ou área de atuação do colaborador, guiando-o por seus processos rotineiros e simulando situações que ele passará a encontrar na rotina. 

Redes Sociais

Já imaginou criar uma comunidade de novos colaboradores, que interagem e compartilham seus passos na nova empresa? Essa é a ideia de utilizar redes sociais para engajar funcionários no onboarding nas empresas! 

As redes podem simular ambientes de plataformas conhecidas, como o Facebook ou o Instagram, ou mesmo utilizar as próprias interfaces para abrigar grupos privados e exclusivos para membros da empresa. 

A ideia é criar um ambiente de troca informal e agradável, ajustado aos hábitos de consumo dos colaboradores. 

Mentores

Outra ideia para viabilizar um onboarding nas empresas diferente é criar uma equipe de mentores. De acordo com esta pesquisa, da Bamboo, 87% das empresas consideram a atribuição de um mentor ou amigo durante o processo de integração muito eficaz. 

A ideia é que esses mentores sejam responsáveis por guiar e aconselhar o novo funcionário ao longo de sua jornada de adaptação. 

Se ele tiver alguma dificuldade operacional ou uma dúvida sobre sua postura e direcionamento, deve buscar o mentor para o aconselhar e direcionar. 

Assim, grande parte do processo de adaptação acontece na prática, dispensando a necessidade de longos módulos teóricos de treinamento. 

Senso de pertencimento com brindes e presentes

A pandemia do novo coronavírus trouxe às empresas uma nova realidade, pautada, principalmente, pelo modelo de trabalho home office. Neste modelo, o contato físico é limitado ou inexistente, o que gera, na empresa, a necessidade de encontrar outros caminhos para estimular o senso de pertencimento e a integração à empresa.

Essa sensação pode ser gerada com a elaboração de um belo kit de boas-vindas recheados com itens personalizados e informações-chave que complementam o processo de onboarding, como senhas, acessos e dicas fundamentais para performar bem na empresa. 

Veja alguns exemplos de kits de boas-vindas enviados por grandes empresas às casas dos novos colaboradores: 

(fonte: https://blog.nubank.com.br/onboarding-remoto-nubank/
(fonte: https://partiu.loggi.com/como-recebemos-novos-loggers-de-forma-100-remota-bd852eeed51f

Como fazer onboarding nas empresas com EAD?

Se após a leitura deste artigo, você se convenceu de que os novos caminhos do onboarding nas empresas podem ajudar a levar seu negócio mais longe, é hora de dar um passo à frente.

Saiba que, para garantir o aproveitamento dos novos funcionários no processo digital de onboarding, é fundamental contar com uma boa plataforma EAD. Ela precisa ser prática, acessível e completa, garantindo a comunicação entre o time e os tutores.

Nós, da EAD Plataforma, oferecemos um sistema que cumpre todos esses requisitos — e ainda vai além! 

Nosso sistema é perfeito para alunos e tutores. Suas funcionalidades são completas e fáceis de operar. Não é à toa que nossa base de clientes já ultrapassou os 3 milhões de usuários, afinal de contas! Quer sentir na pele como é ter uma plataforma EAD com excelente usabilidade? Então preencha o formulário e acesse gratuitamente a EAD Plataforma por 7 dias!

Fabio Godoy