como-cobrar-aulas-online

Como cobrar por aulas online? 4 caminhos para precificar o seu trabalho

Mesmo antes da pandemia do coronavírus, que trouxe o trabalho remoto para a rotina de todos os trabalhadores do mundo, o modelo home office já era bastante popular em nosso país. 

Dados mostram que mais de 3,5 milhões de brasileiros trabalhavam desta forma antes de 2019. Se você faz parte do segmento educacional e planeja se integrar ao grupo, precisa saber como cobrar por aulas online. 

Neste artigo, pontuamos alguns aspectos que devem ser considerados para estabelecer o valor das aulas e daremos 4 possibilidades que ajudam a entender como cobrar por aulas online: 

  1. Hora/aula
  2. Módulo ensinado
  3. Curso completo
  4. Pacote (curso + materiais extras)

Boa leitura! 

O que considerar ao cobrar por aulas online? 

Antes de falarmos especificamente sobre como cobrar por aulas online, vamos voltar alguns passos. Afinal, é preciso entender com detalhes o que compõe a lista de elementos que influenciam na precificação de um curso online. 

Todos esses elementos devem ser considerados para um melhor entendimento sobre como cobrar por aulas online. Quanto maior for o trabalho para materializar o curso, o grau de especialização dos envolvidos no projeto e a demanda por este conteúdo, maior deve ser o preço cobrado. 

Veja no vídeo abaixo mais algumas dicas para precificar seu produto ou serviço: 

Como cobrar por aulas online? 4 possibilidades

Agora que você já sabe o que deve ser levado em consideração para a precificação do seu ensino, vamos às dicas práticas para entender como cobrar por aulas online. 

Separamos 4 possibilidades que podem orientar sua gestão financeira e auxiliar na definição de preços justos e praticáveis para a sua aula online. 

1. Hora/aula

A precificação por hora/aula é bastante comum entre professores particulares.

É importante ter em mente que, em termos educacionais, a hora/aula, em geral, é equivalente a um período de 50 minutos, diferentemente dos 60 com os quais estamos acostumados ao falar sobre “horas”. 

Neste caso, o professor ou tutor deve consultar as tabelas disponibilizadas pelos sindicatos dos professores ou outros órgãos representativos da classe para estabelecer o preço cobrado aos alunos por período dedicado ao ensino. 

Podemos afirmar, com base em uma média, que o valor da hora/aula para professores particulares é de R$55,00 a R$60,00. 

2. Módulo ensinado

Outro caminho efetivo para entender como cobrar por aulas online é segmentar o conteúdo por módulos. Esta alternativa é especialmente útil para professores que oferecem cursos completos voltados a um tema específico.

Por exemplo: suponhamos que você dê aulas de estética. 

É possível segmentar seu curso “Introdução à estética” em módulos (indo do básico ao avançado) e comercializar os módulos separadamente. 

Dessa forma, é possível captar alunos EAD com diferentes interesses e garantir a sustentabilidade do seu empreendimento digital

3. Curso completo

Outro caminho para entender como cobrar por aulas online é a comercialização de cursos completos. Este é o modelo mais conhecido quando falamos na metodologia EAD, sendo utilizado por empreendedores digitais e instituições de ensino. 

Para entender quanto cobrar por um curso online, leia nosso artigo com 7 dicas indispensáveis para o cálculo! 

4. Pacote (curso + materiais extras)

Para quem comercializa o curso online como um produto digital, o melhor caminho para entender como cobrar por aulas online é pensar no item como um “pacote”. Ele deve incluir as aulas (oferecidas com base em diferentes tipos de conteúdos digitais), o material disponível na biblioteca digital e os materiais extras, como e-books, webinars, lives e conteúdos complementares. 

Simplifique a gestão financeira do seu curso online com uma plataforma EAD! 

Além de entender como cobrar por aulas online, é preciso ter algum conhecimento para garantir uma boa gestão financeira. Este, aliás, é um dos desafios inerentes ao trabalho remoto. 

Se você quer um caminho para simplificar o processo de recebimento e acompanhamento do pagamento dos alunos, temos uma dica: contrate uma boa plataforma EAD.

Este recurso é fundamental para tutores EAD, gestores de negócio e professores que buscam uma só ferramenta capaz de integrar todo o processo de gerenciamento das aulas online: 

  • matrícula;
  • contato com os alunos;
  • disponibilização do material;
  • realização de encontros ao vivo;
  • disponibilização de canais de interação na EAD (como fórum, chat etc);
  • acompanhamento de performance;
  • emissão de certificado;
  • ferramenta de gestão financeira (pagamento de mensalidades). 

A EAD Plataforma oferece todas estas funcionalidades — e algumas mais! E você pode conhecer e testar nossa ferramenta de forma gratuita por 7 dias! Para isso, basta preencher este formulário e configurar o seu Ambiente Virtual de Aprendizagem.

Fabio Godoy