como-criar-produto-digital

Como criar um produto digital em 7 passos e organizar suas vendas online?

Se você já é um produtor de conteúdo EAD e busca formas de potencializar as vendas de seus cursos, entenda que saber como criar um produto digital pode ser a resposta que você precisa. 

Dê uma olhada nesse vídeo abaixo para entender mais sobre produtos digitais, ou leia o restante desse artigo!

O mundo está cada vez mais imerso na cultura digital, e vem dando preferência às compras online a cada ano. Prova disso são os resultados apresentados pela pesquisa Webshoppers 2019. Ela aponta que 36% da população brasileira é digital buyer, ou seja, faz compras online. 

Para entender um pouco mais sobre como criar um produto digital e potencializar suas vendas, continue lendo este artigo. Nele, ensinaremos os 7 passos essenciais para desenvolver um infoproduto: 

  1. Escolher o tema de trabalho
  2. Pesquisar o mercado e o nicho de atuação
  3. Desenhar a(s) persona(s)
  4. Definir o melhor formato para o produto digital
  5. Criar o material
  6. Investir em um bom marketing
  7. Disponibilizar o conteúdo

Vamos lá? 

O que é um produto digital?

Antes de falarmos especificamente sobre como criar um produto digital, uma pausa para conceituar. Produto digital — ou infoproduto — é todo aquele que é produzido de forma digital e que utiliza canais essencialmente online para a sua venda

Por questões de ordem prática e logística, geralmente, os produtos digitais são categorizados como bens de informação. Quer ver alguns exemplos de infoprodutos bastante conhecidos? 

As temáticas abordadas pelos diferentes formatos de conteúdo são as mais variadas: receitas, astrologia, educação, ensino profissionalizante, crescimento pessoal, trabalhos manuais, marketing digital, estética, e por aí vai. 

A lógica dos produtos digitais é a seguinte: o empreendedor disponibiliza seu infoproduto online (pode ser em uma plataforma EAD, no caso de cursos, em uma plataforma de streaming ou em uma landing page, no caso de e-books e outros materiais informativos). 

A seguir, consumidores interessados pagam pelo produto e, a partir daí, têm o direito de acessá-lo por um dado período de tempo (alguns conteúdos oferecem acesso ilimitado, outros, determinam um prazo para expiração) em diversas plataformas online.

Parece promissor, não é? Ao final deste artigo, falaremos sobre algumas vantagens desse método de venda.  

Como criar um produto digital do zero? 

Para entender como criar um produto digital do zero, é preciso compreender a necessidade de uma boa pesquisa de campo. Como todo empreendimento, um produto digital precisa ter, bem desenhados, seu nicho de atuação, público-alvo, estratégias de apresentação, argumentos de venda e cronograma de marketing. 

Quer ver detalhadamente nosso passo a passo para criar (e vender) um produto digital? Então continue a leitura! 

1. Escolher o tema de trabalho

O primeiro passo para descobrir como criar um produto digital é encontrar o tema de trabalho. Para isso, é preciso fazer uma reflexão sobre as oportunidades disponíveis e habilidades desenvolvidas. 

Lembre-se de que, para ser competitivo, seu produto digital precisa ser diferente da concorrência. Portanto, encontre um tema que permita abordagens dinâmicas, conversas fluidas e um formato de ensino leve e diferente do convencional. 

2. Pesquisar o mercado e o nicho de atuação

Com a ideia em mente, já fica mais fácil seguir para o segundo passo: entender o mercado e o nicho de atuação. Se estamos falando, por exemplo, de um curso livre de bolos decorados, é dever do empreendedor pesquisar o segmento gastronômico e entender se: 

  • há espaço para aquela demanda?
  • existe muita concorrência?
  • como os concorrentes trabalham?
  • como o mercado reage às diferentes formas de trabalhar? 
  • existe algum tipo de abordagem pouco explorado? 

3. Desenhar a(s) persona(s)

Se você acompanha os conteúdos da EAD Plataforma, sabe que já falamos sobre a importância de criar personas em nosso artigo com dicas para vender curso online. As personas são representações fiéis dos clientes-modelo de um negócio. 

Por isso, para criar uma persona, é preciso detalhes sobre os hábitos e costumes dos potenciais compradores do produto digital. 

Uma dica para ter acesso a essas informações é aplicar pesquisas de opinião esporádicas entre os clientes da empresa de cursos online. Outra ideia é utilizar as redes sociais para entender as necessidades e anseios de quem ainda não tomou a decisão de compra. 

4. Definir o melhor formato para o produto digital

Agora sim, você terá condições de partir para o quarto passo e definir o melhor formato para o produto digital. Nossa dica é tomar decisão somente após conhecer as necessidades do seu público-alvo. 

Vamos retomar nosso exemplo do curso de bolos decorados. Imagine que, de cara, o curso foi pensado em um formato e-Book. A princípio, parece uma ótima ideia, já que é um conteúdo compacto, portátil e pode ser acessado quantas vezes for necessário. 

Agora imagine que, após a pesquisa de opinião com o público-alvo, é detectada a intenção dos alunos de testar as receitas ao mesmo tempo em que consomem o conteúdo. Nesse cenário, um material divulgado em vídeo poderia ser mais efetivo, já que apresenta o preparo das receitas em tempo real e permite pausas estratégicas para comparar os resultados obtidos. 

5. Criar o material

Chegou a hora de colocar a mão na massa — e não estamos falando apenas do nosso exemplo do curso de bolos! — Com uma análise profunda do mercado, do nicho de atuação e das necessidades do público-alvo, é hora de começar a produzir o material. 

Em outros artigos, demos algumas dicas de ouro para criar conteúdo EAD de qualidade. Veja nossa lista de indicações de leitura: 

6. Investir em um bom marketing

Pronto! Depois do passo 5, você já tem um produto digital! Porém, um bom infoproduto só tem seu ciclo de criação finalizado quando o plano de marketing para a sua venda está pronto! 

Afinal, por mais que tenha inúmeras vantagens, entender como criar um produto digital significa também ter consciência de que estará vendendo em um ambiente extremamente competitivo. 

Por isso, não economize nas frentes de atuação! Aprenda como divulgar um canal no YouTube, disponibilizando, ali, pequenos trechos do material ofertado. Não esqueça de trabalhar firme com as redes sociais também! A pesquisa Webshoppers, que mencionamos no começo do conteúdo, traz um dado bastante interessante sobre o tema: 

  • 53% dos consumidores digitais decidem fazer uma compra motivados pelo conteúdo que acessam no Facebook. Logo atrás está o Instagram, motivando 32% dos compradores. 

Por que os produtos digitais estão em alta no mercado? 

Entender como criar um produto digital e como divulgá-lo a potenciais clientes pode ser uma ótima estratégia para alavancar suas vendas. Isso porque um dos principais diferenciais dos infoprodutos é sua escalabilidade, ou seja, a facilidade de vender em larga escala sem precisar fazer grandes investimentos. 

Outro motivo que destaca os produtos digitais das demais soluções é o aquecimento do mercado e seu grande potencial de venda. De acordo com a pesquisa Digital Adspend 2018, o segmento deve crescer mais de 12% até 2021, superando formas tradicionais de publicidade, como a televisão. 

Portanto, agora que você já sabe como criar um produto digital, não perca a oportunidade de conhecer as melhores ferramentas para colocar o seu infoproduto no ar! 

Se você trabalha com cursos online e busca a melhor plataforma EAD para hospedar seu conteúdo, conheça a EAD plataforma. Disponibilizamos um período gratuito de teste para que você possa testar todas as funcionalidades da nossa ferramenta, que já bateu a marca dos 2 milhões de usuários! 

Fabio Godoy