Como criar um curso ead

Guia completo: como criar um curso EAD em 7 passos práticos?

Já pensou em buscar uma oportunidade de trabalho no e-learning, mas ainda não sabe como criar um curso EAD? Vem com a gente conferir os 7 passos (super) práticos para fazer uma imersão nas tendências da educação a distância, em especial se você quer empreender em tempos de crise.

E, não se preocupe: para saber como criar um curso EAD do zero, você não precisa ser um expert no assunto. Neste post, listamos dicas simples para criar, hospedar, gerenciar e divulgar suas aulas online, com agilidade, criatividade e, claro, uma plataforma de ensino eficaz. 

Mas como criar um curso EAD se eu não tenho formação na área?

Para quem se pergunta: “como criar um curso EAD sem ser formado na área?”, sugerimos uma outra questão: você tem interesse em transmitir seu conhecimento ou, quem sabe, suas experiências e ideias inovadoras? 

Isso vale para qualquer pessoa que tenha algo relevante a compartilhar: professores, músicos, enfermeiros, médicos, personal organizers, advogados, designers, engenheiros, cozinheiros, youtubers e muito mais. Basta se interessar em produzir e divulgar conteúdos digitais de qualidade! 

Até aqui, já deu pra perceber que a resposta para a pergunta “como criar um curso EAD?”, definitivamente, não é nenhum bicho de sete cabeças, certo? Então, agora vamos partir para a mão na massa, já que as tecnologias na educação a distância facilitam (e muito) esse processo.

Afinal, como criar um curso EAD em 7 passos?

Para saber como criar um curso EAD, selecionamos 7 passos práticos para “colocar o bloco na rua”. Aliás, vale lembrar que você pode começar com os recursos que têm à disposição no momento. E, mais adiante, nada impede que você aprimore suas produções.  

1. Defina uma estratégia para atrair alunos

Primeiramente, pense em qual é o propósito do seu curso e a mensagem que você quer transmitir. Organize as ideias que vêm à mente e tente propor algo que seja atrativo e, ao mesmo tempo, significativo. Afinal, a internet está repleta de conteúdos, entretanto, aqueles que têm qualidade se destacam perante os demais.

A seguir, raciocine sobre quem poderia se interessar pelo seu curso e como atrair esse público. Um bom exercício é criar algumas personas, que são personagens semi-fictícias para representar o perfil que você está buscando.

Por exemplo, se a sua proposta é dar aulas de Inglês para Desesperados, uma das personas pode ser um jovem intercambista, que mora em São Paulo e pretende conhecer o mundo, mas ainda não fala outros idiomas.

2. Faça um benchmarking sobre como criar um EAD

Que tal pesquisar as boas práticas do mercado, para se inspirar nos exemplos de quem já está decolando no e-learning? De fato, há um amplo leque de modelos: educação básica, ensino superior, cursos livres, preparatórios para concursos, treinamentos, universidade corporativa e assim por diante.

3. Crie conteúdos ricos e relevantes

É essencial estruturar bem seu curso online. Por meio de módulos, você pode organizar as mensagens que serão transmitidas e os respectivos testes para verificar a compreensão dos conteúdos. Por isso, considere:

  • Definir qual será a metodologia de aprendizagem e como serão feitos os testes;
  • Fazer uma pesquisa prévia para incluir as referências e a bibliografia consultada;
  • Escolher as ferramentas EAD, para hospedar e gerenciar o seu curso;
  • Ponderar sobre como será a apresentação e as instruções gerais para os alunos;
  • Refletir sobre o que falar na introdução e como será a ordem dos tópicos;
  • Propor exercícios entre os módulos, para avaliar o desempenho da turma;
  • Preparar uma recapitulação, seguida por: conclusão, teste final e certificação.

4. Aposte na qualidade da produção digital

São diversos tipos de conteúdos digitais: videoaulas, webinars, webconferências e, até mesmo, gamificação. Contudo, as inovações tecnológicas não param por aí. Por sinal, a educação corporativa investe na realidade virtual para aprimorar os processos de capacitação. 

Além disso, para gravar aulas EAD, é importante levar em conta os seguintes pontos:

  • Roteiro fluído e informativo;
  • Cenário adequado para o tema;
  • Boa iluminação (preferencialmente natural);
  • Maquiagem leve (para o rosto não “brilhar”);
  • Recursos audiovisuais para antes, durante e depois da produção. 

5. Providencie os equipamentos necessários

Muitas pessoas também se perguntam: como criar um EAD sem ter que investir em equipamentos caros logo no início? É possível sim. Porém, antes de mais nada, vamos dividir em etapas.

  • Pré-produção: com o roteiro e a maquiagem já prontos, o cenário em si não querer grande investimento, desde que você tenha um ambiente condizente com os temas. E, se não tiver acesso à luz natural, um kit de iluminação vem a calhar;
  • Produção: a câmera do celular pode ser uma ótima aliada para gravar seus conteúdos EAD, de preferência usando um suporte para evitar que a imagem fique tremida. Um microfone de lapela também pode ser interessante; 
  • Pós-produção: depois da captação, vem a hora da edição audiovisual. Algumas opções são: Adobe Premiere, After Effects ou Sony Vegas. Se preferir, há versões mais acessíveis: BeeCut, iMovie, Magisto etc.

6. Contrate uma plataforma de e-learning

Para exemplificar, a EAD Plataforma tem diversos recursos, tanto para a hospedagem, quanto para o gerenciamento dos cursos.

  • Plataforma comercial: agilize a venda dos cursos online, por intermédio de uma loja virtual disponível 24h, com carrinho de compras e tudo mais. As matrículas são liberadas de forma automática, logo após a confirmação do pagamento.
  • Plataforma corporativa: otimize o treinamento dos funcionários, com excelente custo-benefício e acompanhamento integral das trilhas de aprendizagem. Além de reduzir custos, você ainda contribui para os resultados da empresa.

7. Invista na divulgação para alavancar seu curso

Agora que já falamos sobre como criar um curso EAD, chegou a hora da captação e da fidelização. Dentre as inúmeras estratégias de marketing digital para aumentar seu negócio decolar e fazer sucesso, você pode investir nos sites e blogs otimizados, na interatividade das redes sociais e, também, na automação de marketing

Por falar em automação, preparamos um infográfico para demonstrar a praticidade e a efetividade do software da Lahar.

Enfim, quer mais detalhes sobre como criar um curso EAD? Então, não perca mais tempo: entre em contato com os nossos consultores e junte-se aos mais de 1000 clientes da EAD Plataforma! E  você ainda pode testar as funcionalidades gratuitamente por 7 dias!

Além disso, aproveite para conferir outros posts do nosso Blog, que são especialmente elaborados para enriquecer sua produção digital e potencializar as iniciativas dos empreendedores EAD!

Até breve! 😉

Fabio Godoy