Evasão na EAD

5 estratégias infalíveis: saiba como evitar a evasão na EAD!

Quer saber qual é a dica de ouro para evitar a evasão na EAD? Então, siga conosco para conhecer 5 estratégias de fidelização. Afinal, não basta captar novos alunos para o seu curso online. Aqui, o segredo do sucesso é mantê-los satisfeitos durante as etapas da educação a distância (EAD)

Por falar nisso, muita gente foca os esforços apenas na hora da captação. Porém, tudo pode ir por água abaixo se as ações não atenderem às expectativas da comunidade escolar. Segundo Philip Kotler, o “papa” do marketing:

“A chave para se gerar um grande nível de fidelidade é entregar um alto valor para o cliente”.

Sendo assim, continue a leitura para entender o que causa a evasão na EAD. E, principalmente, como evitar que isso aconteça. Mas, antes de mais nada, que tal conferir os insights de um famoso palestrante? Nesse vídeo, acompanhe as dicas do Thiago Concer sobre a importância da fidelização.

O que significa a evasão na EAD?

Para resumir, a evasão na EAD quer dizer que alguns alunos não concluem seus cursos. Ou seja, eles abandonam as aulas antes de terminar o conteúdo programático. Logo, para evitar que isso aconteça, é essencial mantê-los devidamente engajados.

Por que é importante engajar os alunos?

Por meio do engajamento digital, você pode fidelizar as turmas e, com isso, reduzir a  evasão na EAD. Para tal, é preciso investir no relacionamento, criando uma verdadeira comunidade. No caso, é importante levar em conta:

  • Peça feedbacks para entender as necessidades dos seus alunos. Por exemplo: eles acessam a internet via computadores ou dispositivos móveis? Se for a segunda opção, o ideal é reforçar o mobile learning. Porém, se houver problemas financeiros, pense em criar planos de assinatura mais baratos. 
  • Crie canais de comunicação adequados para falar com seu público. Nesse sentido, vale pesquisar as plataformas mais usadas por seus alunos. Enquanto alguns preferem o Youtube, outros gostam mais do Instagram. Por outro lado, já pensou que uma boa parcela pode ter interesse em aulas pelo WhatsApp?
  • Diversifique os conteúdos digitais: as videoaulas fazem muito sucesso. Mas você também pode optar por: e-books, podcasts e até mesmo gamificação. De fato, a tecnologia na educação abre um amplo leque de oportunidades.

Como calcular a taxa de evasão na EAD?

O cálculo da taxa de evasão escolar é bem simples. Basta comparar o total de alunos matriculados, em relação aos que concluíram o curso. Isso considerando o período letivo de cada ação formativa, claro.

Segundo o Censo ABED, os números da evasão têm diminuído bastante nos últimos anos. E essa tendência segue firme e forte, principalmente com o isolamento social devido ao coronavírus. A propósito, a educação a distância se consolidou como uma alternativa para manter a aprendizagem durante (e após) a pandemia.

5 estratégias para evitar a evasão na EAD

Chegou a hora de colocar a mão na massa. A seguir, vamos falar sobre como evitar a evasão na EAD. Pensando nisso, selecionamos 5 dicas práticas para colocar o bloco na rua, com base no marketing educacional.

1. Faça transmissões em tempo real

Conte com diversas mídias e ferramentas para superar distâncias. Embora não estejam em um mesmo ambiente físico, isso não impede o “contato” entre a turma. Consequentemente, a interação em tempo real favorece o relacionamento humanizado.

2. Crie fóruns de discussão

Criar um fórum EAD ajuda bastante na etapa de pós-venda, isto é, na fidelização. Isso porque essas ferramentas contribuem tanto para esclarecer dúvidas, quanto para aproximar os alunos. Nessa perspectiva, é possível criar diferentes tipos de fóruns, tais como:

  • Geral: aberto a todos os participantes, não necessariamente sobre temas do curso;
  • Avaliação: as postagens podem ser consideradas no processo avaliativo;
  • Tópicos: cada participante inicia um tópico para realizar uma determinada atividade;
  • Perguntas e respostas: dedicado ao esclarecimento de dúvidas da turma;
  • Livre: complemento das matérias que são tratadas no decorrer das aulas;
  • Dirigido: baseado em um tema ou ainda em um texto de referência;
  • Por tempo determinado: interação por um período pré-definido, como parte da avaliação.

3. Acompanhe os indicadores de desempenho

Defina as métricas para avaliar a performance da formação. Algumas opções de indicadores são:

  • Aproveitamento individual: o que foi realmente aprendido por cada aluno?
  • Taxa de abandono: quantas pessoas não completaram um treinamento?
  • Avaliação de reação: como foi a percepção dos participantes? Vale perguntar sobre: didática, conteúdos, Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) etc. 

4. Entenda os motivos de quem saiu do curso

As pesquisas são ótimas maneiras de descobrir o que está acontecendo. Você pode começar com um simples formulário do Google. Se preferir, contrate empresas que fazem pesquisas qualitativas e quantitativas.

No fim das contas, a evasão pode acontecer por muitos motivos, entre eles:

  • Adaptação à modalidade EAD;
  • Qualidade dos conteúdos audiovisuais;
  • Didática dos professores e tutores;
  • Dificuldade para pagar o curso;
  • Problemas de acesso à internet;
  • E assim por diante. 

5. Aposte na automação de marketing

Agora, vamos falar sobre como a automação segmenta a comunicação e gera negócios. Para facilitar o entendimento, esse infográfico mostra as possibilidades das tarefas automatizadas, desde a captação até a fidelização. Nesse caso, o exemplo é de um curso online, com o software da Lahar.

Enfim, gostou dessas dicas para evitar a evasão na EAD? Por sinal, no Blog e no canal da EAD Plataforma, temos vários conteúdos para te ajudar a lançar um curso online. Por exemplo:

E o melhor: teste os recursos da nossa plataforma por 7 dias grátis! Além disso, inspire-se nos exemplos de quem já está lucrando com EAD. Desde aulas de música e inglês até a preparação para concursos. E muito mais! 

Afinal, se você tem o talento de ensinar, queremos estar lado a lado nesta nobre missão!

Fabio Godoy